Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 06 > Prazo para saque do PIS se encerra no próximo dia 29 de junho

Economia e Emprego

Prazo para saque do PIS se encerra no próximo dia 29 de junho

por Portal Brasil publicado: 08/06/2012 16h34 última modificação: 28/07/2014 16h42

A Caixa Econômica Federal já pagou R$ 9,6 bilhões em benefícios do PIS (Programa de Integração Social) para mais de 29 milhões de trabalhadores. O prazo para saque, tanto do abono salarial quanto dos rendimentos e quotas do PIS, referentes ao calendário 2011, se encerra no próximo dia 29 de junho.

 Desde o início do calendário, em agosto do ano passado, o abono salarial foi retirado por 16,7 milhões de trabalhadores, o que corresponde a 95% desses benefícios identificados para o período. Cerca de 870 mil abonos salariais não foram retirados e, caso o trabalhador perca o prazo, o recurso é devolvido ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

Já os rendimentos do PIS foram sacados por 13,1 milhões de trabalhadores, valor que corresponde a 47,4% dos benefícios identificados. Os valores de rendimentos não retirados são automaticamente incorporados ao saldo de quotas, que podem ser sacadas nos casos previstos em lei.

 Os trabalhadores que já sacaram o abono salarial em 2011 terão direito ao benefício, calendário 2012, a partir de agosto, desde que continuem atendendo aos requisitos do programa.

Saiba quem tem direito ao PIS e como sacar aqui

Leia mais:

PIS/Pasep custeia o seguro-desemprego, o abono salarial

As contribuições para o PIS/Pasep são as principais fontes de recursos do FAT

Fundo de Amparo ao Trabalhador tem superavit de R$ 572,9 milhões em 2011

Pessoas com deficiência já podem comprar produtos livres do PIS/Pasep e Cofins

Lucro da Caixa cresce 46,1% no primeiro trimestre do ano e soma R$ 1,2 bilhões

 

Fonte:

Caixa Econômica Federal

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Nova meta fiscal prevê economia de R$74 bilhões a mais que planejamento anterior
Presidente interino, Michel Temer, entrega nova meta fiscal para o Senado Federal, nesta segunda (23)
Cresce número de cervejarias registradas no País
Entre o início de abril e a primeira quinzena de maio, o número de cervejarias no país, registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,​ passou de 320 para 397
Dilma participa da abertura da colheita em Eldorado do Sul
Presidenta também inaugurou a unidade de secagem e armazenagem de arroz da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados de Porto Alegre
Presidente interino, Michel Temer, entrega nova meta fiscal para o Senado Federal, nesta segunda (23)
Nova meta fiscal prevê economia de R$74 bilhões a mais que planejamento anterior
Entre o início de abril e a primeira quinzena de maio, o número de cervejarias no país, registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,​ passou de 320 para 397
Cresce número de cervejarias registradas no País
Presidenta também inaugurou a unidade de secagem e armazenagem de arroz da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados de Porto Alegre
Dilma participa da abertura da colheita em Eldorado do Sul

Últimas imagens

Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (24)
Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (24)
Foto: Agência Brasil
Em um único ambiente eletrônico estarão as informações relacionadas à titularidade dos imóveis envolvendo operações como alienações, doações e garantias
Em um único ambiente eletrônico estarão as informações relacionadas à titularidade dos imóveis envolvendo operações como alienações, doações e garantias
Foto: Pref. de Jundiaí/SP
Além de corrigir a tabela do IRPF, o projeto reduz benefícios fiscais concedidos às centrais petroquímicas e às indústrias químicas
Além de corrigir a tabela do IRPF, o projeto reduz benefícios fiscais concedidos às centrais petroquímicas e às indústrias químicas
Foto: Governo da BA
Mulheres ativas no mercado de trabalho – ou seja, que exercem alguma atividade remunerada – chegam a dedicar quase o dobro do tempo aos afazeres domésticos na comparação com os homens inativos
Mulheres ativas no mercado de trabalho – ou seja, que exercem alguma atividade remunerada – chegam a dedicar quase o dobro do tempo aos afazeres domésticos na comparação com os homens inativos
Foto: Foto: Sergio Amaral/MDS

Governo digital