Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 06 > Investimento federal em micro, pequenas e médias empresas ultrapassa R$ 13 bilhões

Economia e Emprego

Investimento federal em micro, pequenas e médias empresas ultrapassa R$ 13 bilhões

por Portal Brasil publicado: 14/06/2012 17h52 última modificação: 28/07/2014 16h42

Investimentos totais do BNDES atingiram R$ 34,2 bilhões entre janeiro e abril 


Os empréstimos para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) tiveram participação crescente no total de desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) entre janeiro e abril, correspondendo a 41% do total liberado. Foram 306,8 mil operações realizadas, totalizando R$ 13,9 bilhões. Em 2011, os desembolsos para essa categoria representaram 36% do total do banco. No primeiro quadrimestre de 2012, somente por meio do Cartão BNDES, as MPMEs realizaram 211 mil operações no período, no valor de quase R$ 3 bilhões.

Operações gerais

O total de empréstimos do BNDES, entre janeiro e abril, foi de R$ 34,2 bilhões, com crescimento de 1% na comparação com o mesmo período de 2011. As consultas, no total de R$ 73,8 bilhões, cresceram 37% no mesmo intervalo. As consultas representam investimentos futuros e são uma espécie de termômetro do comportamento da atividade econômica. Para o banco, o crescimento nessa categoria indica disposição de novos investimentos do setor empresarial brasileiro.

Somente em abril, as liberações de empréstimos do BNDES somaram R$ 9,7 bilhões, valor 10% acima do desembolsado pelo banco em igual mês do ano passado. As consultas subiram 36% na comparação mensal puxadas pela infraestrutura, sobretudo pelo transporte ferroviário e energia elétrica.

Para o BNDES, o aumento de consultas em abril reflete, também, a redução de juros e a ampliação de prazos do Programa BNDES de Sustentação do Investimento (BNDES PSI), adotadas naquele mês. Essas medidas, somadas aos novos estímulos anunciados em maio, levam o Banco a estimar desembolsos em torno de R$ 150 bilhões em 2012, acima dos R$ 139 bilhões obtidos em 2011.

Nos primeiros quatro meses do ano, todos os setores apresentaram expansão no nível de consultas em relação ao mesmo período do ano passado: alta de 71% na indústria, de 22% na infraestrutura e de 17% na agropecuária e em comércio e serviços. A expansão na indústria foi puxada pelos segmentos de química e petroquímica e petróleo e gás.

O setor de infraestrutura respondeu por 39% (R$ 13,5 bilhões) do total liberado, seguido pela indústria, com participação de 28% (R$ 9,4 bilhões), comércio e serviços (R$ 8,2 bilhões) e agropecuária (R$ 3 bilhões). Na infraestrutura, as maiores liberações ocorreram nos projetos de transporte rodoviário (R$ 5,5 bilhões) e de energia elétrica (R$ 4,2 bilhões). Já na indústria, o destaque foi o segmento de papel e celulose, com desembolsos de R$ 1,7 bilhão.

Leia mais:

BNDES reduz juros do financiamento de capital de giro de empresas para até 6% ao ano

Caixa oferece Crédito do BNDES para clientes Pessoa Jurídica

BNDES defende investimentos em inovação na indústria para garantir competitividade no setor

 
 


Fonte:
BNDES

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Agricultura familiar | Lindaci Maria dos Santos
A agricultora Lindaci Maria dos Santos conta sua história, as mudanças em sua vida após a mudança para a chácara no Lago Oeste (DF) e os novos projetos dos agricultores orgânicos incentivados pelo Sebrae na região.
Pablo Claudino - Bancário
O 1° de Maio está sendo comemorado em um momento crucial para as relações trabalhistas do Brasil.
Dilma decreta criação de fórum para debater políticas trabalhistas
Nesta quinta (30), véspera do Dia Internacional do Trabalhador, Dilma Rousseff recebeu representantes de diversas centrais sindicais
A agricultora Lindaci Maria dos Santos conta sua história, as mudanças em sua vida após a mudança para a chácara no Lago Oeste (DF) e os novos projetos dos agricultores orgânicos incentivados pelo Sebrae na região.
Agricultura familiar | Lindaci Maria dos Santos
O 1° de Maio está sendo comemorado em um momento crucial para as relações trabalhistas do Brasil.
Pablo Claudino - Bancário
Nesta quinta (30), véspera do Dia Internacional do Trabalhador, Dilma Rousseff recebeu representantes de diversas centrais sindicais
Dilma decreta criação de fórum para debater políticas trabalhistas

Últimas imagens

Todos os serviços da plataforma para as empresas são gratuitos
Todos os serviços da plataforma para as empresas são gratuitos
Divulgação/Governo do PR
No Dia D, o atendimento nas agências do Sine será prioritariamente dedicado às pessoas com deficiência
No Dia D, o atendimento nas agências do Sine será prioritariamente dedicado às pessoas com deficiência
Divulgação/Governo do RJ
Benefício é pago para quem recebeu até dois salários mínimos mensais ano passado com carteira assinada
Benefício é pago para quem recebeu até dois salários mínimos mensais ano passado com carteira assinada
Valdecir Galor/SMCS
Lotes em que houve interessados são dos estados do Mato Grosso, Paraná e São Paulo
Lotes em que houve interessados são dos estados do Mato Grosso, Paraná e São Paulo
Divulgação/Governo de MG
 Brasileiros que cumprirem os requisitos poderão solicitar os benefícios previdenciários, previstos no contrato entre os dois países
Brasileiros que cumprirem os requisitos poderão solicitar os benefícios previdenciários, previstos no contrato entre os dois países
Divulgação/Previdência Social

Governo digital