Economia e Emprego

Dilma afirma que Brasil terá política de investimento para enfrentar crise internacional

publicado: 04/06/2012 18h01, última modificação: 22/12/2017 16h39

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (4), durante almoço oferecido ao rei da Espanha, Juan Carlos I, no Itamaraty, em Brasília, que o governo está se preparando para ter uma política de investimentos para enfrentar a crise econômica internacional.

“O Brasil está se preparando para um salto de competitividade em sua economia. Para isso é necessário um desenvolvimento acelerado de nossas capacidades científicas e tecnológicas. O Brasil também está se preparando para ter, diante do acirramento das crises e de processos recessivos na economia internacional, uma política pró-cíclica de investimento,” discursou a presidenta Dilma.

Segundo a presidenta, a superação da crise e a retomada do crescimento econômico não podem depender somente das ações dos países emergentes. Sobre os efeitos da crise na Espanha, Dilma afirmou ter confiança na criatividade e na força do povo espanhol para superá-la. “A retomada do crescimento em nível global não pode depender apenas de medidas adotadas pelos países emergentes. Em um momento de crise é fundamental insistir em uma ação coordenada e solidária entre todos os grandes atores da economia mundial, em especial, uma ação coordenada e solidária entre os próprios países da Europa”, disse a presidenta.

Durante o discurso a presidenta Dilma ressaltou ainda o avanço no encaminhamento de soluções reais para os problemas enfrentados por brasileiros para entrar na Espanha. O rei Juan Carlos I afirmou que as autoridades espanholas estão tomando medidas efetivas para agilizar e facilitar a entrada de brasileiros na Espanha. Ele disse ainda que a Espanha está trabalhando com seus sócios europeus para implementar reformas e estabilizar os mercados financeiros.

 

Fonte:
Blog do Planalto