Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 06 > Órgãos e instituições públicas adotam práticas sustentáveis

Economia e Emprego

Órgãos e instituições públicas adotam práticas sustentáveis

por Portal Brasil publicado: 14/06/2012 14h47 última modificação: 28/07/2014 16h42

Com o intuito de integrar ações que visam a melhoria da eficiência no uso racional dos recursos públicos e inserir a variável socioambiental no ambiente de trabalho, órgãos e instituições públicas federais adotaram o Projeto Esplanada Sustentável (PES).

O Projeto reúne o Programa de Eficiência do Gasto (PEG), a Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), a coleta Seletiva Solidária e o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), mais especificamente o Subprograma Eficiência Energética em Prédios Públicos (Procel EPP).

Inicialmente serão trabalhadas despesas tipicamente administrativas como energia elétrica, água e esgoto, vigilância, limpeza e conservação, papel, copos descartáveis e telefonia móvel e fixa.

Para consolidar o PES, foi implementado um projeto-piloto, tanto nos locais quanto nas despesas a serem trabalhadas. O foco inicial será a Administração Direta, cujos prédios se localizem na Esplanada dos Ministérios.

Para divulgar o projeto-piloto do PES já foi realizada uma oficina de apresentação para todos os Ministérios. O resultado foi que 23 ministérios manifestaram interesse em participar do Projeto e 21 já estão aptos a fazê-lo. O próximo passo será capacitar os gestores desses órgãos no módulo “Plano de Ações e Metas” do Sistema do Programa de Eficiência do Gasto (SisPEG).

Fonte:

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

O setor movimenta cerca de R$ 15 bilhões no Brasil
O setor movimenta cerca de R$ 15 bilhões no Brasil
Divulgação/Governo da Bahia
O segurado terá que solicitar nova perícia nos últimos 15 dias antes da data limite
O segurado terá que solicitar nova perícia nos últimos 15 dias antes da data limite
Antonio Cruz/Agência Brasil
Cada agricultor familiar local pode vender até R$ 20 mil anuais, por órgão comprador
Cada agricultor familiar local pode vender até R$ 20 mil anuais, por órgão comprador
Sergio Amaral/MDSA
Taxa de investimentos produtivos interrompe sequência de oito trimestres de queda e país volta a gerar riqueza
Taxa de investimentos produtivos interrompe sequência de oito trimestres de queda e país volta a gerar riqueza
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital