Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 06 > Órgãos e instituições públicas adotam práticas sustentáveis

Economia e Emprego

Órgãos e instituições públicas adotam práticas sustentáveis

por Portal Brasil publicado: 14/06/2012 14h47 última modificação: 28/07/2014 16h42

Com o intuito de integrar ações que visam a melhoria da eficiência no uso racional dos recursos públicos e inserir a variável socioambiental no ambiente de trabalho, órgãos e instituições públicas federais adotaram o Projeto Esplanada Sustentável (PES).

O Projeto reúne o Programa de Eficiência do Gasto (PEG), a Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), a coleta Seletiva Solidária e o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), mais especificamente o Subprograma Eficiência Energética em Prédios Públicos (Procel EPP).

Inicialmente serão trabalhadas despesas tipicamente administrativas como energia elétrica, água e esgoto, vigilância, limpeza e conservação, papel, copos descartáveis e telefonia móvel e fixa.

Para consolidar o PES, foi implementado um projeto-piloto, tanto nos locais quanto nas despesas a serem trabalhadas. O foco inicial será a Administração Direta, cujos prédios se localizem na Esplanada dos Ministérios.

Para divulgar o projeto-piloto do PES já foi realizada uma oficina de apresentação para todos os Ministérios. O resultado foi que 23 ministérios manifestaram interesse em participar do Projeto e 21 já estão aptos a fazê-lo. O próximo passo será capacitar os gestores desses órgãos no módulo “Plano de Ações e Metas” do Sistema do Programa de Eficiência do Gasto (SisPEG).

Fonte:

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

A revolução agrícola brasileira
De acordo com representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, País passou de grande importador a segundo maior exportador de commodities alimentares.
Um projeto para o futuro
Alan Bojanic, representante da FAO no Brasil, afirma que País tem grandes possibilidades de se tornar maior exportador mundial de alimentos.
Exemplos e desafios
Representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic elogia medidas acertadas para agricultura e aborda desafios do País para o futuro.
De acordo com representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, País passou de grande importador a segundo maior exportador de commodities alimentares.
A revolução agrícola brasileira
Alan Bojanic, representante da FAO no Brasil, afirma que País tem grandes possibilidades de se tornar maior exportador mundial de alimentos.
Um projeto para o futuro
Representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic elogia medidas acertadas para agricultura e aborda desafios do País para o futuro.
Exemplos e desafios

Últimas imagens

Edital será divulgado nesta quarta-feira (5)
Edital será divulgado nesta quarta-feira (5)
Divulgação/Portal Brasil
Estado onde a fiscalização encontrou o maior número de casos foi o Rio de Janeiro, com 907 ocorrências
Estado onde a fiscalização encontrou o maior número de casos foi o Rio de Janeiro, com 907 ocorrências
Divulgação/Governo da BA
São 8.277 oportunidades para trabalhadores com ensino médio completo. No setor de serviços são 1.870 vagas
São 8.277 oportunidades para trabalhadores com ensino médio completo. No setor de serviços são 1.870 vagas
Divulgação/Governo de São Paulo
Do total de 310.452 mil requerimentos solicitados em junho deste ano, 291.986 mil foram realizados via Empregadorweb
Do total de 310.452 mil requerimentos solicitados em junho deste ano, 291.986 mil foram realizados via Empregadorweb
As informações sobre o lote poderão ser consultadas na internet ou por meio do Receitafone 146
As informações sobre o lote poderão ser consultadas na internet ou por meio do Receitafone 146
EBC

Governo digital