Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 01 > Receita começa a pagar o primeiro lote da malha fina do IR 2012

Economia e Emprego

Receita começa a pagar o primeiro lote da malha fina do IR 2012

por Portal Brasil publicado: 15/01/2013 10:59 última modificação: 15/01/2013 11:02
Divulgação / Serpro O uso dos aplicativos é uma das opções para o contribuinte realizar consultas referentes à Receita

O uso dos aplicativos é uma das opções para o contribuinte realizar consultas referentes à Receita

A Receita Federal liberou consulta de lotes residuais do IR no dia 8 de janeiro e, a partir desta terça (15), começa a creditar as restituições


Está liberado o pagamento do primeiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2012 da malha fina. As restituições depositadas a partir desta terça-feira (15) se referem aos contribuintes que se encontravam na malha fina,  além disso, estarão disponíveis os valores referentes às declarações dos exercícios de 2011, 2010, 2009 e 2008. A consulta ao lote está disponível no site da Receita

Para o exercício de 2012, serão creditadas restituições para um total de 79.484 contribuintes, com correção de 6%. Do exercício de 2011, serão creditadas restituições para um total de 11.513 contribuintes, com correção de 16,75%.

De 2010, serão 6.781 restituições, com correção de 26,9% e de 2009, o número chega a 4.613, corrigidas em 35,36%. Do exercício de 2008, serão creditadas restituições para um total de 4.703 contribuintes, com correção de 47,43%.

A Receita lembra que a restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte deverá procurar qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento do banco por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em qualquer banco. Outra alternativa para as pessoas físicas, informa a Receita, é utilizar um aplicativo para tablets e smartphones.

 

Aplicativos

Os aplicativos disponibilizados permitem, entre outras coisas, a consulta das restituições desde 1999 e a situação cadastral de inscrição no CPF. O aplicativo é gratuito e pode ser utilizado para o Android, sistema do Google, e o iOS, criado pela Apple.

Malha fina

De acordo com a Receita Federal, 616.569 declarações ficaram retidas na malha fina em 2012, um número maior que o do ano passado, que foi de 569.671. O principal motivo para a incidência na malha fina foi a omissão de rendimentos, que concentrou 69,12% das declarações retidas.

As despesas médicas vieram em segundo lugar, com 11,56% das retenções. Para sair da malha fina, o contribuinte deve preencher uma declaração retificadora, mas só receberá a restituição em lote residual nos anos seguintes.

Imposto de Renda

O tributo que incide sobre a renda, investimentos e os bens do cidadão (seja ele um profissional autônomo, assalariado em carteira, investidor, pessoa física ou jurídica) tem abrangência federal. Os recursos provenientes desse recolhimento são fundamentais para a atuação dos poderes públicos federal, estadual e municipal.

Saúde, educação e desenvolvimento social - por meio de programas de transferência de renda como o Bolsa Família, por exemplo - estão entre os setores beneficiados com a arrecadação. Obras de infraestrutura e de recuperação de estradas, ações de defesa do meio ambiente, de segurança pública e o estímulo à pesquisa científica, cultura e esporte também são financiados com o dinheiro do cidadão.

Fonte:

Agência Brasil
Receita Federal
Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil