Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 10 > Petrobras lidera consórcio e vence leilão de Libra

Economia e Emprego

Petrobras lidera consórcio e vence leilão de Libra

Pré-sal

Bloco vencedor é formado por Petrobras, Shell, Total, CNPC e CNOC. Consórcio atingiu meta de petróleo revertido à União
por Portal Brasil publicado: 21/10/2013 14h38 última modificação: 30/07/2014 00h34

O consórcio formado pela Petrobras, a holandesa Shell, a francesa Total e as chinesas CNPC e CNOC é o vencedor do leilão de partilha para a exploração do Campo de Libra do pré-sal brasileiro. A proposta foi a única qualificada para a concessão do campo de exploração, atingindo o percentual mínimo de 41,65% em petróleo revertido à União e estabelecendo 40% de participação da Petrobras no negócio, 10% a mais do que a estatal brasileira tinha obrigação legal de participação.

O governo federal iniciou nesta segunda-feira (21) a primeira rodada de disputas do Campo de Libra. O vencedor tem direito a explorar, sob regime de partilha, o petróleo e o gás natural existentes na camada do pré-sal da região. O evento foi realizado no Hotel Windsor, localizado na Barra da Tijuca (Zona Oeste do Rio).

Em entrevista coletiva, o ministro de Minas e Energia Edison Lobão se disse muito satisfeito com o resultado do leilão. Segundo a diretora da ANP, Magda Chambriard a partilha do Campo de Libra deve trazer grandes retornos financeiros para o País. "Em 30 anos, Libra trará como resultado para o governo brasileiro um montante na ordem R$ 1 trilhão", afirmou. A divisão do consórcio vencedor ficou: Petrobras, com 40% das ações, Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e CNOOC (10%).

De acordo com a Agência Nacional de Petróleo (ANP), a exploração do Campo de Libra deve dobrar as reservas nacionais de petróleo. Estima-se que o volume recuperável seja de 8 bilhões a 12 bilhões de barris. Atualmente, as reservas nacionais são de 15,3 bilhões de barris. As reservas de gás somam, atualmente, 459,3 bilhões de metros cúbicos e também devem duplicar com Libra. Caso confirmada a reserva, Libra se tornará o maior campo de petróleo do país, com volume superior aos campos de Lula e Franco, ambos no pré-sal da Bacia de Santos.

 

Por lei, a Petrobras era obrigada a operar pelo menos 30% da participação no negócio. Essa porcentagem servirá também para próximas licitações de campo sob o regime de partilha. A estatal Pré-Sal Petróleo será parceira do negócio, sem participação acionária, mas com poder de decisão sobre a operação.

Disputa

Onze empresas participaram da licitação que envolve, portanto, 70%¨da área de Libra. São elas: as chinesas CNOOC e CNPC, a japonesa Mitsui, a portuguesa Petrogal, a hispano-chinesa Repsol/Sinopec, a francesa Total, a colombiana Ecopetrol, a indiana ONGC Videsh, a anglo-holandesa Shell e a malaia Petronas.

Vence o leilão, o consórcio ou a empresa que reverter o maior percentual do petróleo excedente à União. O percentual mínimo previsto em lei é 41,56%. A partilha entre União e consórcio será mensal, e a empresa que vencer o primeiro leilão terá que pagar à União um bônus de R$ 15 bilhões.

A validade do contrato de partilha será de 35 anos, sendo que quatro voltados à exploração dos recursos e os demais ao desenvolvimento e produção.

Royalties

Os royalties pagos equivalerão a 15% do volume total da produção de petróleo e gás, o que deve render à União, aos estados e municípios R$ 900 bilhões em 30 anos – considerando-se royalties e partilha da produção. São, em média, R$ 30 bilhões por ano, o mesmo valor gerado por todos os campos em produção, hoje, no Brasil.

De acordo com a lei aprovada em setembro de 2013, 75% dos royalties do petróleo serão destinados para a educação e 25% para a saúde. A legislação ainda prevê que 50% do Fundo Social do Pré-Sal também devem ir para as áreas da educação e saúde.

Reforço para segurança

Ao todo, 1.100 agentes agente de segurança, entre polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal do Rio de Janeiro fizeram a segurança do leilão. O governo também convocou o Exército e a Força Nacional de Segurança para atuar no evento que anunciou o resultado final do leilão.

Entenda divisão do petróleo do Campo de Libra

Fontes:

Agência Brasil

Empresa Brasileira de Comunicação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Nova meta fiscal prevê economia de R$74 bilhões a mais que planejamento anterior
Presidente interino, Michel Temer, entrega nova meta fiscal para o Senado Federal, nesta segunda (23)
Cresce número de cervejarias registradas no País
Entre o início de abril e a primeira quinzena de maio, o número de cervejarias no país, registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,​ passou de 320 para 397
Dilma participa da abertura da colheita em Eldorado do Sul
Presidenta também inaugurou a unidade de secagem e armazenagem de arroz da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados de Porto Alegre
Presidente interino, Michel Temer, entrega nova meta fiscal para o Senado Federal, nesta segunda (23)
Nova meta fiscal prevê economia de R$74 bilhões a mais que planejamento anterior
Entre o início de abril e a primeira quinzena de maio, o número de cervejarias no país, registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,​ passou de 320 para 397
Cresce número de cervejarias registradas no País
Presidenta também inaugurou a unidade de secagem e armazenagem de arroz da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados de Porto Alegre
Dilma participa da abertura da colheita em Eldorado do Sul

Últimas imagens

Serão oferecidos mais de 75 mil imóveis, novos e usados
Serão oferecidos mais de 75 mil imóveis, novos e usados
Divulgação/Agência Brasil
Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (24)
Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (24)
Foto: Agência Brasil
Em um único ambiente eletrônico estarão as informações relacionadas à titularidade dos imóveis envolvendo operações como alienações, doações e garantias
Em um único ambiente eletrônico estarão as informações relacionadas à titularidade dos imóveis envolvendo operações como alienações, doações e garantias
Foto: Pref. de Jundiaí/SP
Além de corrigir a tabela do IRPF, o projeto reduz benefícios fiscais concedidos às centrais petroquímicas e às indústrias químicas
Além de corrigir a tabela do IRPF, o projeto reduz benefícios fiscais concedidos às centrais petroquímicas e às indústrias químicas
Foto: Governo da BA

Governo digital