Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 10 > Prazo de adesão ao Refis é prorrogado

Cidadania e Justiça

Prazo de adesão ao Refis é prorrogado

Refis

Medida integra MP 615 sancionada nesta quarta-feira (9) e protela adesão até 31 de dezembro
por Portal Brasil publicado: 10/10/2013 11h20 última modificação: 30/07/2014 00h33
Roberto Stuckert Filho/PR Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de sanção da MP 615

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de sanção da MP 615

A presidente Dilma Rousseff sancionou nessa quarta-feira (9) a Medida Provisória (MP) 615, que trata, entre outros temas, da reabertura do prazo para a adesão ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal (Refis). A nova modalidade do programa foi criada para permitir que empresas com débitos tributários possam refinanciá-los em condições especiais, principalmente, após a crise econômica internacional. O projeto foi aprovado na Câmara no início de setembro e publicado nesta quinta-feira (10) no Diário Oficial da União.

A proposta prorroga o prazo de adesão ao Refis para até o dia 31 de dezembro deste ano e prevê o parcelamento de dívidas fiscais de empresas com a União, relativas a taxas não pagas até 30 de novembro de 2008. O Refis propiciará a regularização de débitos em atraso com o governo com desconto de até 90% nas multas. Além disso, haverá corte de até 40% nos juros de mora e o parcelamento das dívidas em, no máximo, 180 meses. O texto também prevê a possibilidade de exclusão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da base de cálculo do PIS/Cofins para importação.

Além do Refis, a MP 615 trata também da concessão de recursos para a construção da Casa da Mulher Brasileira nos 26 estados e no Distrito Federal, além de ampliar às famílias de taxistas a transferência de concessões de táxis como herança.

Fonte:
Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Nova meta fiscal prevê economia de R$74 bilhões a mais que planejamento anterior
Presidente interino, Michel Temer, entrega nova meta fiscal para o Senado Federal, nesta segunda (23)
Cresce número de cervejarias registradas no País
Entre o início de abril e a primeira quinzena de maio, o número de cervejarias no país, registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,​ passou de 320 para 397
Dilma participa da abertura da colheita em Eldorado do Sul
Presidenta também inaugurou a unidade de secagem e armazenagem de arroz da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados de Porto Alegre
Presidente interino, Michel Temer, entrega nova meta fiscal para o Senado Federal, nesta segunda (23)
Nova meta fiscal prevê economia de R$74 bilhões a mais que planejamento anterior
Entre o início de abril e a primeira quinzena de maio, o número de cervejarias no país, registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,​ passou de 320 para 397
Cresce número de cervejarias registradas no País
Presidenta também inaugurou a unidade de secagem e armazenagem de arroz da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados de Porto Alegre
Dilma participa da abertura da colheita em Eldorado do Sul

Últimas imagens

Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (24)
Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (24)
Foto: Agência Brasil
Em um único ambiente eletrônico estarão as informações relacionadas à titularidade dos imóveis envolvendo operações como alienações, doações e garantias
Em um único ambiente eletrônico estarão as informações relacionadas à titularidade dos imóveis envolvendo operações como alienações, doações e garantias
Foto: Pref. de Jundiaí/SP
Além de corrigir a tabela do IRPF, o projeto reduz benefícios fiscais concedidos às centrais petroquímicas e às indústrias químicas
Além de corrigir a tabela do IRPF, o projeto reduz benefícios fiscais concedidos às centrais petroquímicas e às indústrias químicas
Foto: Governo da BA
Mulheres ativas no mercado de trabalho – ou seja, que exercem alguma atividade remunerada – chegam a dedicar quase o dobro do tempo aos afazeres domésticos na comparação com os homens inativos
Mulheres ativas no mercado de trabalho – ou seja, que exercem alguma atividade remunerada – chegam a dedicar quase o dobro do tempo aos afazeres domésticos na comparação com os homens inativos
Foto: Foto: Sergio Amaral/MDS

Governo digital