Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 10 > Prazo de adesão ao Refis é prorrogado

Cidadania e Justiça

Prazo de adesão ao Refis é prorrogado

Refis

Medida integra MP 615 sancionada nesta quarta-feira (9) e protela adesão até 31 de dezembro
por Portal Brasil publicado: 10/10/2013 11h20 última modificação: 30/07/2014 00h33
Roberto Stuckert Filho/PR Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de sanção da MP 615

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de sanção da MP 615

A presidente Dilma Rousseff sancionou nessa quarta-feira (9) a Medida Provisória (MP) 615, que trata, entre outros temas, da reabertura do prazo para a adesão ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal (Refis). A nova modalidade do programa foi criada para permitir que empresas com débitos tributários possam refinanciá-los em condições especiais, principalmente, após a crise econômica internacional. O projeto foi aprovado na Câmara no início de setembro e publicado nesta quinta-feira (10) no Diário Oficial da União.

A proposta prorroga o prazo de adesão ao Refis para até o dia 31 de dezembro deste ano e prevê o parcelamento de dívidas fiscais de empresas com a União, relativas a taxas não pagas até 30 de novembro de 2008. O Refis propiciará a regularização de débitos em atraso com o governo com desconto de até 90% nas multas. Além disso, haverá corte de até 40% nos juros de mora e o parcelamento das dívidas em, no máximo, 180 meses. O texto também prevê a possibilidade de exclusão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da base de cálculo do PIS/Cofins para importação.

Além do Refis, a MP 615 trata também da concessão de recursos para a construção da Casa da Mulher Brasileira nos 26 estados e no Distrito Federal, além de ampliar às famílias de taxistas a transferência de concessões de táxis como herança.

Fonte:
Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
Atividades fazem parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Meirelles cita ações para recuperação econômica
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Atividades fazem parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho
Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Meirelles cita ações para recuperação econômica

Últimas imagens

Em um ano, governo economizou R$ 1,77 bilhão
Em um ano, governo economizou R$ 1,77 bilhão
Reprodução/Agência Brasil
A partir do dia 5 de outubro, cada estado terá disponível a quantidade necessária de carteiras para atender à demanda local
A partir do dia 5 de outubro, cada estado terá disponível a quantidade necessária de carteiras para atender à demanda local
Foto: Agência Brasil/Arquivo
Acordo prevê certificação de produtos de defesa, mecanismos de exportação que possam se consolidar em negócios
Acordo prevê certificação de produtos de defesa, mecanismos de exportação que possam se consolidar em negócios
Reprodução/Agência Brasil
Segundo Dyogo Oliveira,  há sinais que apontam para a recuperação da economia brasileira
Segundo Dyogo Oliveira, há sinais que apontam para a recuperação da economia brasileira
Marcos Santos/USP
Banco Central explica que essas operações terão taxas mais baratas, de até 12% ao ano
Banco Central explica que essas operações terão taxas mais baratas, de até 12% ao ano
BCB

Governo digital