Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 11 > Agricultura declara estado de emergência no oeste baiano

Economia e Emprego

Agricultura declara estado de emergência no oeste baiano

Estado de Emergência

Medidas de manejo à lagarta Helicoverpa armigera na região serão publicadas ainda esta semana
por Portal Brasil publicado: 04/11/2013 16h26 última modificação: 30/07/2014 00h32

O oeste da Bahia foi declarado oficialmente em estado de emergência fitossanitária, em relação à praga Helicoverpa armigera. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (4) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no Diário Oficial da União (DOU).

O prazo de vigência da declaração será de um ano. Na prática, significa que o governo do estado da Bahia terá autoridade para delimitar a área de atuação no período emergencial e adotar as ações de controle à lagarta, que serão publicadas no DOU ainda esta semana – por meio de um plano de supressão da praga e adoção de medidas de manejo.

A declaração vem após a publicação do Decreto 8.133, de 28 de outubro de 2013, que regulamenta a Lei nº 12.873/2013, que trata nos artigos 52 a 54 sobre casos críticos de ataques de pragas no campo, permitindo ao ministro da Agricultura estabelecer todas as medidas agronômicas e veterinárias necessárias ao enfrentamento, quando declarado oficialmente estado de emergência fitossanitária e zoosanitária.

O Governo brasileiro terá agora maior flexibilidade de ação nos casos que necessitem de controle imediato de pragas de importância para a agricultura ou pecuária, como a Helicoverpa armigera, a Mosca da Carambola e a Monilíase do cacaueiro. Essas espécies podem representar grandes prejuízos para a sociedade brasileira e exigem estratégias rápidas e precisas de fiscais agropecuários e pesquisadores para garantir ações de defesa efetivas.

A autorização para uso de agrotóxicos, no entanto, não será concedida a produtos que causem graves danos ao meio ambiente ou que não disponham, no Brasil, de métodos para desativação de seus componentes, de modo a impedir que seus resíduos remanescentes provoquem riscos à saúde pública.


Fonte:

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

O Índice Nacional de Expectativas do Consumidor chegou aos 102 pontos
O Índice Nacional de Expectativas do Consumidor chegou aos 102 pontos
Marcelo Camargo/ABr
Investimentos na construção civil, que fazem parte do indicador, cresceram 0,50% no 2º trimestre do ano
Investimentos na construção civil, que fazem parte do indicador, cresceram 0,50% no 2º trimestre do ano
Arquivo ABr
Eixo fundamental da proposta será trazer segurança jurídica
Eixo fundamental da proposta será trazer segurança jurídica
Divulgação/Agência Brasil
Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, durante viagem à China, em julho
Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, durante viagem à China, em julho
Wu Zhiyi /World Bank
A comercialização do produto foi autorizada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (CIEP)
A comercialização do produto foi autorizada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (CIEP)
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Governo digital