Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 11 > Mercado reduz previsão para inflação em 2013 e 2014

Economia e Emprego

Mercado reduz previsão para inflação em 2013 e 2014

Projeções

Previsões para inflação média em 2013 baixou de 5,85% para 5,84.%. Já para 2014, a mediana caiu de 5,93% para 5,91%, informa o BC
por Portal Brasil publicado: 18/11/2013 14h14 última modificação: 30/07/2014 00h32

Economistas, analistas e investidores do mercado financeiro, consultados pelo Banco Central, reduziram as previsões para taxa de inflação oficial do País, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA/IBGE), informou o banco nesta segunda-feira (18), por meio do relatório semanal Focus.

De acordo com o mercado, a mediana para a taxa de inflação em 2013 baixou de 5,85% para 5,84.%. Há quatro semanas a projeção era de 5,83%.

Já para 2014, a mediana das previsões para a inflação caiu de uma semana para outra de 5,93% para 5,91%. Há um mês, a previsão era de 5,94%. A estimativa para o IPCA de novembro também baixou, de 0,67% para 0,66% - taxa um pouco menor do que a esperada um mês atrás, de 0,67%.

 

Quanto ao superávit comercial, as expectativas não apresentaram evolução positiva. De acordo com o boletim Focus, o saldo comercial será de US$ 1,20 bilhão, o que representa queda ante o US$ 1,55 bilhão apontado pela mediana do levantamento anterior. Há um mês, a perspectiva era de superávit de US$ 2 bilhões.  

Foi mantida a projeção de que o ingresso de Investimento Estrangeiro Direto (IED) em US$ 60 bilhões neste e no próximo ano. Também foi mantida a previsão para a relação dívida/PIB em 34,55% para 2013, informa o Focus.

Para 2014, a pesquisa também ficou em 34,55%, mesma taxa prevista há um mês antes, mas a mediana estava em 34,40% para o fim de 2014 na semana anterior.

A mediana das estimativas para o dólar para o final de 2013 subiu de R$ 2,25 para R$ 2,27 agora. Para o final de 2014, no entanto, as previsões para o dólar ficaram congeladas em R$ 2,40 pela 11ª semana consecutiva.

Taxa básica de juros

A uma semana da próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom/BC), os analistas mantiveram, pela quarta semana seguida, as estimativas quanto à taxa básica de juros, a Selic, para o final de 2013 em 10% ao ano. Atualmente, a Selic está em 9,50% ao ano.

Para 2014, a mediana das previsões para os juros básicos da economia foi mantida em 10,25% ao ano, a mesma da semana anterior. Foram mantidas também as médias deste ano (8,38%) e a média para 2014 (10,25%). Há um mês, essas taxas eram de 8,38% e 10,19% ao ano, respectivamente.

Fonte:
Banco Central
Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil