Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 12 > Governo Federal cria Pronatec Trabalhador

Economia e Emprego

Governo Federal cria Pronatec Trabalhador

Qualificação

Acordo entre MTE e MEC possibilitará a qualificação de milhares de pessoas, a partir de 2014, por meio de formação técnica
por Portal Brasil publicado: 17/12/2013 15h51 última modificação: 30/07/2014 00h41
Divulgação/MTE Acordo de cooperação técnica institui o Pronatec Trabalhador

Acordo de cooperação técnica institui o Pronatec Trabalhador

Os ministros do Trabalho e Emprego (MTE), Manoel Dias, e da Educação(MEC), Aloizio Mercadante, assinaram no fim da manhã desta terça-feira (17), o acordo de cooperação técnica que institui o Pronatec Trabalhador. Com o acordo, o MTE passará a exercer o papel exclusivo de demandante dos cursos de qualificação profissional, que serão executados pelo Pronatec por meio de repasse direto às instituições de formação técnica.

Dessa forma, o Ministério do Trabalho e Emprego não formalizará mais nenhum convênio de qualificação com ONGs, ou Oscips. A nova modalidade de qualificação começa a operar no próximo ano.

O MTE irá executar a política de formação profissional de maneira mais qualitativa, detendo-se menos em percalços operacionais comuns – como a execução dos convênios – e mais em políticas públicas. Por meio do cruzamento de dados como o Caged, Rais e CBO (Classificação Brasileira de Ocupações), os técnicos poderão identificar onde estão as principais demandas profissionais e que cursos oferecer para supri-las. O Observatório do Mercado de Trabalho, formado por especialistas do assunto, também contribuirá com elementos para essa política.

Outra novidade do acordo é a integração do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) com o Sistema MTE Mais Emprego, para o acompanhamento e a inserção profissional dos alunos atendidos pelo Pronatec. Eles poderão, em um único sistema, encontrar as vagas que precisam no mercado de trabalho, sem a necessidade de comparecer a uma agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine) ou Superintendência.

Uma linha especial para a juventude também foi criada: o Pronatec Jovem espera qualificar, em 2014, 250 mil jovens e mais 150 mil aprendizes.

O MTE já é parceiro demandante do Pronatec desde 2011, em razão da qualificação dos beneficiários do seguro-desemprego. A partir de agora, mais trabalhadores terão acesso aos cursos do programa por meio das agências do Sine e das Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTE).

Já foram ofertadas, nesse período, 500 mil vagas em mais de 25 mil diferentes associações de curso em todo País. “Esta parceria com o MEC representa um passo para a transparência na gestão dos recursos em educação técnica e na melhoria da vida profissional do trabalhador, que poderá encontrar mais formas de se qualificar”, destacou o ministro Manoel Dias.

Pronatec

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Os cursos são oferecidos por escolas públicas estaduais, Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e nos Serviços Nacionais de Aprendizagem - como o Senai e o Senac. Atualmente, doze ministérios aderem ao programa.

Fonte:
Ministério do Trabalho e Emprego

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
Atividades fazem parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Meirelles cita ações para recuperação econômica
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Atividades fazem parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho
Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Meirelles cita ações para recuperação econômica

Últimas imagens

Banco Central explica que essas operações terão taxas mais baratas, de até 12% ao ano
Banco Central explica que essas operações terão taxas mais baratas, de até 12% ao ano
BCB
TJLP é usada para estimular investimentos em grandes projetos
TJLP é usada para estimular investimentos em grandes projetos
Marcos Santos/ USP Imagens
Variação menor beneficia inquilinos que têm contrato vencendo neste mês
Variação menor beneficia inquilinos que têm contrato vencendo neste mês
Marcos Santos/USP Imagens
A medida vale para os casos com uma ou mais operações do mesmo mutuário, contratadas até 31 de dezembro de 2011
A medida vale para os casos com uma ou mais operações do mesmo mutuário, contratadas até 31 de dezembro de 2011
Divulgação/Agência Brasil
O Centro-Oeste teve o maior número de cabeças de gado entre as grandes regiões
O Centro-Oeste teve o maior número de cabeças de gado entre as grandes regiões
Renato Araùjo/Agência Brasília

Governo digital