Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2013 > 12 > Valor do salário mínimo vai para R$ 724 em 2014

Economia e Emprego

Valor do salário mínimo vai para R$ 724 em 2014

Economia

Presidenta Dilma assinou decreto com reajuste de 6,78% e novo valor entra em vigor a partir do dia 1º de janeiro
por Portal Brasil publicado: 23/12/2013 19h04 última modificação: 30/07/2014 00h41

A presidenta Dilma Rousseff assinou hoje decreto reajustando o valor do salário mínimo para R$724,00 a partir de janeiro de 2014. A informação foi confirmada pela própria presidenta, em sua conta no Twitter.

O reajuste representa um aumento de 6,78% sobre o valor atual do piso salarial. O decreto confirma o valor aprovado pelo Congresso dentro do Orçamento Geral da União para 2014. O montante deverá representar a injeção de R$ 46 bilhões na economia brasileira no ano que vem, de acordo com estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Até 2015, salário mínimo será reajustado com base na Lei n° 12.382, de 25 de fevereiro de 2011. Essa política de valorização reza que o aumento do piso corresponderá à variação do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Para reajustes futuros, até 31 de dezembro de 2015, o Poder Executivo encaminhará ao Congresso Nacional projeto de lei dispondo sobre a política para o período de 2016 a 2019.

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
BC está monitorando mercado internacional
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
BC está monitorando mercado internacional
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação

Governo digital