Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2014 > 05 > Conab inicia quarta etapa de fiscalização dos estoques públicos

Economia e Emprego

Conab inicia quarta etapa de fiscalização dos estoques públicos

Segurança alimentar

Trabalhos prosseguem até junho nos armazéns de 14 estados. Companhia pretende fiscalizar mais de 600 toneladas de grãos em todo país
por Portal Brasil publicado: 29/05/2014 18h22 última modificação: 30/07/2014 01h59

Esta semana, teve início a quarta etapa de fiscalização de estoques públicos. Os trabalhos prosseguem até 14 de junho e envolvem 32 profissionais. Técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) inspecionarão os armazéns dos estados do Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Bahia, Sergipe, Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia, Rio de Janeiro, Acre e Paraíba. 

A expectativa da Companhia é fiscalizar 623.218 mil toneladas de grãos entre milho, trigo, café, feijão e arroz, em 196 armazéns do país. Os produtos foram adquiridos por meio de Aquisição do Governo Federal (AGF) e Contrato de Opção, entre outras modalidades.

Os fiscais observam, entre outros quesitos, as condições de armazenagem, conservação e a quantidade de grãos armazenados. Até o final deste ano outras cinco rodadas de fiscalizações estão programadas, além das operações especiais conforme demandas dos programas operados pela Companhia.

Nas três primeiras etapas, foram fiscalizadas 5,63 milhões de toneladas em 544 armazéns, em números acumulados, sendo constatados 11 desvios de produto, totalizando 25.794 toneladas de milho, em armazéns localizados nos estados do Mato Grosso e Goiás. Ao todo, 95 profissionais estiveram envolvidos nessas ações.

Aquisição do Governo Federal

A Aquisição do Governo Federal (AGF) é um instrumento da Política de Garantia de Preços Mínimos - PGPM. Produtores rurais, agricultores familiares e sua cooperativas são beneficiários da AGF.

As aquisições são realizadas quando o preço de mercado estiver abaixo do preço mínimo estabelecido para a safra vigente de qualquer produto da pauta da PGPM, condicionada ao repasse pelo Tesouro Nacional dos recursos para a operacionalização das aquisições. 

Contrato de Opção

O Contrato de Opção de Venda é uma modalidade de seguro de preços que dá ao produtor rural e/ou sua cooperativa o direito, mas não a obrigação, de vender seu produto para o governo, em uma data futura, a um preço previamente fixado. Serve para proteger o produtor rural e/ou sua cooperativa contra os riscos de queda nos preços.

Fonte:
Companhia Nacional de Abastecimento

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil