Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2014 > 06 > Ministério e Apex lançam diagnóstico do design brasileiro

Economia e Emprego

Ministério e Apex lançam diagnóstico do design brasileiro

Comércio exterior

Objetivo é criar uma referência em design para o desenvolvimento da indústria
por Portal Brasil publicado: 16/06/2014 13h40 última modificação: 30/07/2014 01h56

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) lançaram o Diagnóstico do Design Brasileiro.

Segundo o gerente de Inovação e Design da Apex-Brasil, Marco Lobo, "o documento será uma ferramenta de estratégia para aumentar as oportunidades competitivas para as empresas brasileiras no mercado internacional. E, consequentemente, contribuirá para o aumento das exportações brasileiras".

O objetivo do estudo é criar uma referência em design para o desenvolvimento da indústria e fornecer subsídios para a elaboração de uma política pública de design, no país. O documento foi apresentado para nove setores da indústria brasileira:

  • Máquinas e equipamentos;
  • Médico-odonto-hospitalar;
  • Higiene pessoal,
  • Perfumaria e cosméticos;
  • Mobiliário;
  • Embalagem para alimentos;
  • Calçados; têxtil e confecção; e
  • Cerâmica de revestimento e audiovisual.

Diagnóstico do Design Brasileiro

Atualmente, o design é considerado um elo importante entre indústria e mercado por influenciar, diretamente, no desenvolvimento de produtos percebidos como de qualidade e com desempenho superior. 

O estudo, realizado pelo Centro Brasil Design, teve por base pesquisas feitas num período de oito meses, com mais de trezentas empresas brasileiras. Foi avaliada a compreensão do design nos setores industriais e de serviços. 

Também houve uma análise de dados do design no Brasil e das variáveis que impactam no ambiente de negócios. Além disso, especialistas apresentaram os cenários para o futuro do design no país até 2020, com visões conservadoras, moderadas e otimistas.

O trabalho também apresenta indicadores, referências internacionais e contribuições de especialistas e formadores de opinião. "O estudo é uma ferramenta valiosa para a orientação estratégica das políticas de promoção do design, assim como um condutor de competitividade da indústria nacional",  observa Beatriz Martins Carneiro, coordenadora-geral de Análise da Competitividade e Desenvolvimento Sustável do MDIC.

"Ele apresenta um levantamento do estado da arte do design brasileiro, trazendo informações atualizadas e inéditas, com o objetivo de ampliar a compreensão sobre a área e mapear as necessidades de fomento e outras medidas necessárias à expansão do setor", complementa Carneiro. 

Fonte:
Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil registra criação de 34,4 mil vagas formais de emprego em setembro
Pelo sexto mês seguido, mercado formal registrou novas contratações. Setores da transformação, comércio e serviços foram os principais responsáveis pela abertura dos postos
Pelo sexto mês seguido, mercado formal registrou novas contratações. Setores da transformação, comércio e serviços foram os principais responsáveis pela abertura dos postos
Brasil registra criação de 34,4 mil vagas formais de emprego em setembro

Últimas imagens

Empresários estão confiantes tanto com a atual situação dos negócios quanto com as expectativas para os próximos meses
Empresários estão confiantes tanto com a atual situação dos negócios quanto com as expectativas para os próximos meses
Divulgação/Governo de Sergipe
Saldo comercial brasileiro vem registando recordes ao longo deste ano
Saldo comercial brasileiro vem registando recordes ao longo deste ano
Arquivo EBC
Recursos são referentes ao ano de 2015 e podem ser retirados até 28 de dezembro
Recursos são referentes ao ano de 2015 e podem ser retirados até 28 de dezembro
Marcos Santos/USP Imagens
Com País de volta aos trilhos do crescimento, famílias voltam a consumir e influenciar positivamente arrecadação de impostos
Com País de volta aos trilhos do crescimento, famílias voltam a consumir e influenciar positivamente arrecadação de impostos
Ministério da Fazenda

Governo digital