Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2014 > 06 > Sugestões ao Reabilitação Profissional seguem até 31 de julho

Economia e Emprego

Sugestões ao Reabilitação Profissional seguem até 31 de julho

Consulta pública

Objetivo da iniciativa é fomentar a reflexão acerca das concepções e princípios que devem reger esse serviço previdenciário
por Portal Brasil publicado: 09/06/2014 18h01 última modificação: 30/07/2014 01h56

Devido às diversas manifestações de interessados em contribuir para o projeto “Reabilitação Profissional: Articulando Ações em Saúde do Trabalhador e Construindo a Reabilitação Integral”, foi novamente prorrogado o prazo – até 31 de julho – para o envio de sugestões para a elaboração do texto do projeto, realizado pela Diretoria de Saúde do Trabalhador (Dirsat).

O objetivo da iniciativa é fomentar a reflexão acerca das concepções e princípios que devem reger esse serviço previdenciário, bem como subsidiar a tomada de decisão para implementação do modelo de reabilitação profissional integrada e intersetorial, em elaboração pela Dirsat e pela Secretaria de Políticas de Previdência Social do MPS, com a colaboração de diversos parceiros.

O público alvo principal são pessoas físicas e jurídicas que estejam envolvidas com a temática da reabilitação profissional, qualquer que seja o nível de organização em que se encontrem. A chamada para participação com sugestões ao projeto também foi disponibilizado na página do Ministério da Previdência Social para consulta pública.

Para mais informações, entre em contato com a Divisão de Gerenciamento de Atividades de Reabilitação Profissional/CGSPASS/DIRSAT/INSS pelo telefone (61) 3313-4625/4221 ou por e-mail.

Para contribuir, basta acessar o Formulário de Contribuições e o Projeto RP do INSS – Texto para Construção Coletiva.

Fonte:
Ministério da Previdência Social

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Análise de carnes recolhidas não indica riscos à saúde humana
Ministério da Agricultura já recolheu 174 amostras de carnes nos 21 frigoríficos que estão sob investigação da Operação Carne Fraca. Nas análises feitas foram descartados riscos à saúde
Ministério da Agricultura já recolheu 174 amostras de carnes nos 21 frigoríficos que estão sob investigação da Operação Carne Fraca. Nas análises feitas foram descartados riscos à saúde
Análise de carnes recolhidas não indica riscos à saúde humana

Últimas imagens

Segundo Nogueira, reforma deve pacificar  relações trabalhistas
Segundo Nogueira, reforma deve pacificar relações trabalhistas
Arquivo/Agência Brasil
Ministério da Agricultura intensificou a fiscalização, mas não encontrou riscos à saúde dos consumidores
Ministério da Agricultura intensificou a fiscalização, mas não encontrou riscos à saúde dos consumidores
José Cruz/Agência Brasil
Indicador atinge maior nível em dois anos e registra queda no custo do setor
Indicador atinge maior nível em dois anos e registra queda no custo do setor
Tomaz Silva/Agência Brasil/
IRPF 2017 ..jpeg
Governo da BA

Governo digital