Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2014 > 08 > Encontro debate Agricultura familiar e segurança alimentar

Economia e Emprego

Encontro debate Agricultura familiar e segurança alimentar

Fortalecimento

Em todo o País, a agricultura familiar corresponde a 84% dos estabelecimentos agropecuários
por Portal Brasil publicado: 07/08/2014 12h11 última modificação: 07/08/2014 12h11
Foto/José Marques/Secom/PB Em todo o País, a agricultura familiar corresponde a 84% dos estabelecimentos agropecuários

Em todo o País, a agricultura familiar corresponde a 84% dos estabelecimentos agropecuários

O trabalho em família, a produção sustentável, o protagonismo de jovens e mulheres rurais. Essas são algumas características da agricultura familiar brasileira que ganharam destaque nessa quarta-feira (6), em Brasília (DF), no Encontro Interconselhos e de Comissões para o Ano Internacional da Agricultura Familiar, Camponesa e Indígena.

Em todo o País, a agricultura familiar corresponde a 84% dos estabelecimentos agropecuários. De acordo com o representante das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura no Brasil (FAO), Alan Bojanic, o Ano Internacional oferece uma oportunidade de rever o setor e compartilhar experiências com outras nações. “O Ano Internacional da Agricultura Familiar representa uma grande oportunidade para compartilhar experiências com o mundo, já que esses diálogos estão sendo realizados em vários países.”

O representante do Comitê Brasileiro para o Ano Internacional e vice-presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Willian Clementino, defendeu o debate em torno da agricultura familiar como um marco. “Entendemos que para a agenda de desenvolvimento do Brasil e do mundo a agricultura familiar é o ponto central.”

O secretário-executivo do Condraf, Guilherme Abrahão, afirmou que o ponto final do encontro é tirar as agendas em comum e sugerir um plano de ação conjunta. “O esforço do evento é garantir que os conselheiros dialoguem os temas em comum e projetem ações para o futuro.”

Paineis

Pela manhã, o primeiro painel do Encontro Interconselhos e de Comissões debateu A Agricultura Familiar, Camponesa e Indígena e a Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional no Desenvolvimento Rural Sustentável. A apresentação levou em conta temas como o acesso à alimentação adequada e saudável; a transição agroecológica; o gênero; o desenvolvimento rural sustentável; e os povos e comunidades tradicionais.

Encontro

O encontro é promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (Condraf), Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) e a Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Cnapo), que são órgãos colegiados formados por representantes governamentais e da sociedade civil que garantem a participação social nas políticas públicas.

Fonte:
Ministério do Desenvolvimento Agrário

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Análise de carnes recolhidas não indica riscos à saúde humana
Ministério da Agricultura já recolheu 174 amostras de carnes nos 21 frigoríficos que estão sob investigação da Operação Carne Fraca. Nas análises feitas foram descartados riscos à saúde
Ministério da Agricultura já recolheu 174 amostras de carnes nos 21 frigoríficos que estão sob investigação da Operação Carne Fraca. Nas análises feitas foram descartados riscos à saúde
Análise de carnes recolhidas não indica riscos à saúde humana

Últimas imagens

Segundo portaria publicada no Diário Oficial da União, os candidatos serão chamados a partir de abril
Segundo portaria publicada no Diário Oficial da União, os candidatos serão chamados a partir de abril
Arquivo/Agência Brasil
Uma das linhas de empréstimo é voltada para a retenção de bezerros, matrizes e bois
Uma das linhas de empréstimo é voltada para a retenção de bezerros, matrizes e bois
Arquivo/Agência Brasil
Tulio Maciel, chefe do Departamento Econômico do Banco Central vê uma perspectiva melhor para o crédito em 2017
Tulio Maciel, chefe do Departamento Econômico do Banco Central vê uma perspectiva melhor para o crédito em 2017
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Pesquisa também mostrou que empresas pretendem aumentar a produção nos próximos meses
Pesquisa também mostrou que empresas pretendem aumentar a produção nos próximos meses
Arquivo/Agência Brasil
Segundo Nogueira, reforma deve pacificar  relações trabalhistas
Segundo Nogueira, reforma deve pacificar relações trabalhistas
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital