Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2014 > 11 > Conselho do FGTS terá orçamento de R$ 76,8 bi para investimentos em 2015

Economia e Emprego

Conselho do FGTS terá orçamento de R$ 76,8 bi para investimentos em 2015

INVESTIMENTOS PÚBLICOS

Habitação terá R$ 56.5 bi, saneamento básico R$ 7.5 bi e infraestrutura urbana R$ 12.8 bi. Para Manoel Dias, prioridade foi mantida em investimentos na área social
por Portal Brasil publicado: 07/11/2014 15h04 última modificação: 07/11/2014 15h04

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aprovou um orçamento de R$ 76,8 bilhões para aplicar nas áreas de habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana em 2015. O mesmo valor será mantido até 2018, informou o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). 

De acordo com a proposta aprovada pelos conselheiros, serão aplicados R$ 76.8 bilhões nas áreas de habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana em 2015, preservando esse mesmo valor para o quadriênio (2015 a 2018). 

Para a área de habitação estão previstos investimentos de R$ 56.5 bilhões, sendo R$ 55.2 bilhões destinados a habitação popular e outros R$ 8.9 bilhões para subsídio a famílias de baixa renda. A verba é utilizada em programas como o Minha Casa, Minha Vida, que permite que pessoas dessa faixa de renda tenham juros mais baratos no crédito e descontos no valor da prestação de imóveis para morar. 

Em saneamento básico (Programa Saneamento para Todos) estão previstos R$ 7.5 bilhões, sendo todo o investimento destinado ao programa Saneamento para Todos. Para a área de infraestrutura urbana serão aplicados R$ 12.8 bilhões pelo programa Pró-Transporte e 800 milhões em operações urbanas consorciadas. 

“O governo federal mantém como prioridade os investimentos na área social. Os valores ganham volume gradativamente e a expectativa é que eles aumentem ao longo dos períodos”, disse Manoel Dias, que preside o Conselho Curador. 

Orçamento 

Em 2013 o Fundo aplicou R$ 55,2 bilhões em habitação popular, R$ 4,5 bilhões em saneamento básico e R$ 3,5 bilhões em infraestrutura urbana, totalizando um orçamento executado de R$ 63,2 bilhões dos R$ 68,3 bilhões que haviam sido autorizados. Foram destinados ainda R$ 7,99 bilhões de subsídio a população de baixa renda, sendo R$ 6,9 bilhões direcionados ao programa Minha Casa, Minha Vida. 

Para este ano o orçamento aprovado foi de R$ 72.6 bilhões, sendo R$ 57.8, bi para financiamento a habitação, R$ 8 bilhões a serem aplicados em infraestrutura urbana e R$ 5.2 bi para o setor de saneamento básico. 

Em descontos, nos casos de financiamento a população de baixa renda - com ganhos familiares até R$ 3.275,00 - o FGTS disponibilizou R$ 8.9 bilhões, sendo R$ 6 bilhões destinados aos financiamentos no âmbito do Programa Minha Casa, Minha Vida. 

Fonte: Portal Brasil com informações do Ministério do Trabalho e Emprego 

 




 

 

 

 





 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

CNH terá código digital para evitar fraudes
Documentos emitidos a partir de 1º de maio já possuem este elemento de autenticação
Documentos emitidos a partir de 1º de maio já possuem este elemento de autenticação
CNH terá código digital para evitar fraudes

Últimas imagens

 Não há casos de contágio da doença em humanos, nem risco à saúde pública
Não há casos de contágio da doença em humanos, nem risco à saúde pública
Sílvio Ávila/Ministério da Agricultura
Ao comentar a decisão da agência de risco, Ministério da Fazenda avaliou como fundamental a aprovação da reforma da Previdência
Ao comentar a decisão da agência de risco, Ministério da Fazenda avaliou como fundamental a aprovação da reforma da Previdência
Rovena Rosa/Agência Brasil
Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
Arquivo EBC
Com investimento de R$ 36 milhões, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com os residenciais
Com investimento de R$ 36 milhões, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com os residenciais
Arquivo/Agência Brasil
Na visão de Meirelles, a população já tomou consciência da aprovação das reformas em tramitação no Congresso
Na visão de Meirelles, a população já tomou consciência da aprovação das reformas em tramitação no Congresso
Antonio Cruz/Agência Brasil

Governo digital