Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2014 > 12 > Receita do setor de serviços cresce 5,2% em outubro, diz IBGE

Economia e Emprego

Receita do setor de serviços cresce 5,2% em outubro, diz IBGE

CENÁRIO ECONÖMICO

Alta foi puxada principalmente pelos serviços prestados às famílias, avanço de 6,8%; os serviços de informação e comunicação, de 2,1%; e serviços profissionais, com alta de 11,3%
publicado: 16/12/2014 15h04 última modificação: 16/12/2014 15h11

O setor de serviços registrou crescimento nominal (sem descontar a inflação) de 5,2% em outubro, na comparação com o mesmo mês de 2013, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta terça-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em setembro, o indicador havia ficado em 6,4%. As taxas acumuladas no ano e em 12 meses são de 6,5% e 6,8% respectivamente. 

A alta de outubro foi puxada pelos serviços prestados às famílias, que registraram crescimento de 6,8%; os serviços de informação e comunicação, crescimento de 2,1%; os serviços profissionais, administrativos e complementares, de 11,3%; transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, de 3,1%; e outros serviços, de 11,5%.

Os serviços prestados às famílias registraram crescimento de 6,8%; os serviços de informação e comunicação, de 2,1%; os serviços profissionais, administrativos e complementares, de 11,3%; transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, de 3,1%; e outros serviços, de 11,5%.

 Regiões

Entre as regiões, as maiores altas de receita no mês de outubro foram registradas no Ceará (13,4%), no Distrito Federal (12,0%) e na Paraíba (11,0%). As menores taxas positivas de crescimento ocorreram em Mato Grosso do Sul (0,9%), Pernambuco (1,4%) e Minas Gerais (1,7%).

Amapá (-6,3%), Roraima (-4,7%), Sergipe (-4,5%) e Mato Grosso (-1,2%) tiveram receita negativa no setor.

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor de serviços no país, abrange as atividades do segmento empresarial não financeiro, exceto os setores da saúde, educação, administração pública e aluguel imputado (valor que os proprietários teriam direito de receber se alugassem os imóveis onde moram).  

A publicação completa da pesquisa pode ser acessada em 

www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/servicos/pms/default.shtm. 

Fonte: Portal Brasil com informações do IBGE

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pesquisa do BC aponta que 56% não colocam no papel as contas do mês
Por outro lado, segundo levantamento do Banco Central, 64% dos entrevistados pagam as contas em dia
Por outro lado, segundo levantamento do Banco Central, 64% dos entrevistados pagam as contas em dia
Pesquisa do BC aponta que 56% não colocam no papel as contas do mês

Últimas imagens

Resultado foi obtido com mercadorias apreendidas ao longo de 2017. Parte dos itens, no entanto, foi doado para organizações da sociedade civil ou incorporado a órgãos públicos
Resultado foi obtido com mercadorias apreendidas ao longo de 2017. Parte dos itens, no entanto, foi doado para organizações da sociedade civil ou incorporado a órgãos públicos
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Rais
Pixabay

Governo digital