Economia e Emprego

Pnad

Cresce o número de trabalhadores com carteira assinada no 4º trimestre de 2014

No período, proporção dos empregados do setor privado com carteira assinada aumentou em todas as regiões. Apenas o Sudeste registrou estabilidade
publicado: 10/02/2015 12h35, última modificação: 22/12/2017 15h42

No 4º trimestre de 2014, cerca de 77,7% dos empregados do setor privado tinham carteira de trabalho assinada, um avanço de 0,6 ponto percentual em relação a igual trimestre de 2013. A informação é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nesta terça-feira (10), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  

Entre os trabalhadores domésticos, a pesquisa mostrou que 32,1% tinham carteira de trabalho assinada no 4º trimestre de 2014, acima dos 31,1% registrados no mesmo trimestre do ano passado. Os militares e servidores estatutários correspondiam a 68,2% dos empregados do setor público.

No mesmo período, com exceção da região Sudeste, que registrou estabilidade, a proporção dos empregados do setor privado com carteira assinada aumentou em todas as regiões. As regiões Norte (64,8%) e Nordeste (63,4%) apresentaram os menores percentuais nesse indicador.

No 4° trimestre de 2014, entre os trabalhadores domésticos, a pesquisa mostrou que 32,1% deles tinham carteira de trabalho assinada, o que representou um avanço frente à proporção do 4º trimestre de 2013 (31,1%).

Fonte:

Portal Brasil com informações do IBGE

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems