Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 01 > Taxa básica de juros do Brasil é mantida em 14,25%

Economia e Emprego

Taxa básica de juros do Brasil é mantida em 14,25%

Banco Central

Pela quarta vez seguida, o Comitê de Política Monetária não alterou o patamar da taxa Selic
por Portal Brasil publicado: 20/01/2016 23h34 última modificação: 22/01/2016 17h48

Pela quarta vez seguida, o Banco Central (BC) não mexeu nos juros básicos da economia. Por seis votos a dois, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve hoje (20) a taxa Selic em 14,25% ao ano.

Votaram pela manutenção da taxa Selic o presidente do BC, Alexandre Tombini, e cinco diretores: Aldo Luiz Mendes (Política Monetária), Altamir Lopes (Administração), Anthero Meirelles (Fiscalização), Luiz Edson Feltrim (Relacionamento Institucional e Cidadania) e Otávio Damaso (Regulação). Os diretores Sidnei Marques (Organização do Sistema Financeiro) e Tony Volpon (Assuntos Internacionais) votaram pela elevação da Selic em 0,5 ponto percentual.

Em comunicado, o Copom informou que a decisão considerou não apenas a inflação, mas o atual balanço de riscos do país, as incertezas domésticas e principalmente externas.

Os juros básicos estão neste nível desde o fim de julho. Com a decisão do Copom, a taxa se mantém no nível de outubro de 2006. A Selic é o principal instrumento do BC para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Confira, abaixo, a íntegra da nota do BC sobre a decisão do Copom:

Copom mantém a taxa Selic em 14,25% ao ano

Avaliando o cenário macroeconômico, as perspectivas para a inflação e o atual balanço de riscos, o Copom decidiu, por unanimidade, manter a taxa Selic em 14,25% a.a., sem viés.

O Comitê entende que a manutenção desse patamar da taxa básica de juros, por período suficientemente prolongado, é necessária para a convergência da inflação para a meta no horizonte relevante da política monetária. O Copom ressalta que a política monetária se manterá vigilante para a consecução desse objetivo.

Votaram por essa decisão os seguintes membros do Comitê: Alexandre Antonio Tombini (Presidente), Aldo Luiz Mendes, Altamir Lopes, Anthero de Moraes Meirelles, Luiz Edson Feltrim, Otávio Ribeiro Damaso, Sidnei Corrêa Marques e Tony Volpon.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil e do Banco Central

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Assunto(s): Economia

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

Inadimplência ainda é a segunda maior para o mês de julho desde 1991, aponta o Serasa
Inadimplência ainda é a segunda maior para o mês de julho desde 1991, aponta o Serasa
Foto: Agência Brasil/Divulgação
Ministro Dyogo Oliveira durante audiência que debateu a PEC 241
Ministro Dyogo Oliveira durante audiência que debateu a PEC 241
Ministério do Planejamento
Ministros participam de audiência sobre Novo Regime Fiscal
Ministros participam de audiência sobre Novo Regime Fiscal
Divulgação: Agência Brasil
Segundo indicador, consumidores têm boas expectativas para queda do desemprego e melhoria da renda
Segundo indicador, consumidores têm boas expectativas para queda do desemprego e melhoria da renda
Reprodução/Agência Brasil
Além de alimentos, outros grupos apresentaram desaceleração: Vestuário (-0,13%), Habitação (-0,02%) e Transportes (0,10%)
Além de alimentos, outros grupos apresentaram desaceleração: Vestuário (-0,13%), Habitação (-0,02%) e Transportes (0,10%)
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Governo digital