Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Balança alcança superávit de US$ 565 mi na terceira semana de fevereiro

Economia e Emprego

Balança alcança superávit de US$ 565 mi na terceira semana de fevereiro

Comércio Exterior

O resultado reflete exportações de US$ 3,667 bilhões e importações de US$ 3,102 bilhões no período
por Portal Brasil publicado: 22/02/2016 19h15 última modificação: 02/03/2016 16h29
Foto: Governo do MS A média diária das exportações na terceira semana foi de US$ 733,5 milhões, 5,2% acima da média até a segunda semana do mês

A média diária das exportações na terceira semana foi de US$ 733,5 milhões, 5,2% acima da média até a segunda semana do mês

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 565 milhões na terceira semana de fevereiro, período com cinco dias úteis. O número reflete exportações de US$ 3,667 bilhões e importações de US$ 3,102 bilhões.

Com esse resultado, a balança acumula, em 2016, um superávit de US$ 2,781 bilhões e reverte o déficit registrado no mesmo período de 2015, de US$ 4,949 bilhões. Os dados foram divulgados, nesta segunda-feira (22), pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

As exportações brasileiras registraram alta de 5,2% na terceira semana de fevereiro em relação à média diária até a segunda semana. No mês, até a terceira semana, as vendas externas subiram mais de 26% no comparativo com janeiro deste ano, destaca a Secex.

A média diária das exportações na terceira semana foi de US$ 733,5 milhões, 5,2% acima da média até a segunda semana do mês, de US$ 697,5 milhões, em razão do aumento nas vendas de produtos básicos (17,4%) – em especial petróleo em bruto, minério de ferro, farelo de soja, soja em grãos, fumo em folhas, e trigo em grãos – e de semimanufaturados (1,3%) – em razão de açúcar em bruto, celulose, semimanufaturados de ferro e aço, ferro-ligas, ferro fundido e óleo de soja em bruto.

Na mesma comparação, diminuíram as vendas de produtos manufaturados (-2,4%) – principalmente, suco de laranja não congelado, tubos flexíveis de ferro ou aço, polímeros plásticos, laminados planos de ferro e aço e autopeças.

Do lado das importações, a média diária da terceira semana (US$ 620,4 milhões) foi 15,8% acima da média diária até a segunda semana do mês (US$ 535,9 milhões) por conta do aumento nos gastos com combustíveis e lubrificantes, químicos orgânicos e inorgânicos, farmacêuticos, veículos automóveis e partes, adubos e fertilizantes, plásticos e obras.

Fevereiro

A média diária das exportações até a terceira semana de fevereiro (US$ 711,3 milhões) foi 5,9% acima da média de fevereiro de 2015 (US$ 671,8 milhões) em razão das vendas de semimanufaturados (17,7%) e manufaturados (10,2%). Por outro lado, caíram as vendas de produtos básicos (-0,9%) – principalmente, minério de ferro, soja em grãos, café em grãos, carne de frango, farelo de soja, fumo em folhas e petróleo em bruto.

Na comparação com a média diária de janeiro deste ano (US$ 562,3 milhões), houve alta de 26,5%, em virtude dos aumentos nas vendas de produtos manufaturados (37,4%), semimanufaturados (33,9%) e produtos básicos (15,6%).

Nas importações, a média diária até a terceira semana de fevereiro (US$ 568,4 milhões) ficou 31,5% abaixo da média diária de fevereiro do ano passado (US$ 829,6 milhões), em razão da queda nos gastos, principalmente, com combustíveis e lubrificantes (-41,5%), siderúrgicos (-56,3%), veículos automóveis e partes (-42,8%), equipamentos elétricos e eletrônicos (-42,4%), plásticos e obras (-36,9%) e equipamentos mecânicos (-32,2%).

No ano, a corrente de comércio soma US$ 38,205 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,157 bilhão, 21,9% menos que o verificado em 2015 (US$ 1,481 bilhão).

Fonte:  MDIC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
BC está monitorando mercado internacional
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
BC está monitorando mercado internacional
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação

Últimas imagens

Foco são comunidades tradicionais e seus produtos. Governo quer incentivar a biodiversidade
Foco são comunidades tradicionais e seus produtos. Governo quer incentivar a biodiversidade
Foto: Tânia Rego/ Agência Brasil
Quatro cooperativas do RS receberão reajuste
Quatro cooperativas do RS receberão reajuste
Foto: Divulgação/Aneel
Os índices homologados pela Aneel são os limites a serem praticados pelas cooperativas
Os índices homologados pela Aneel são os limites a serem praticados pelas cooperativas
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
Theresa May, nova primeira-ministra britânica, assumiu após David Cameron deixar o posto em função do Brexit
Theresa May, nova primeira-ministra britânica, assumiu após David Cameron deixar o posto em função do Brexit
Tom Evans/Crown Copyrigh
Receita extra com turistas estrangeiros será diluída entre julho, agosto e setembro
Receita extra com turistas estrangeiros será diluída entre julho, agosto e setembro
Roberto Castro/ME

Governo digital