Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Fundos do BNDES oferecem R$ 300 milhões para inovação

Economia e Emprego

Fundos do BNDES oferecem R$ 300 milhões para inovação

Investimentos

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social lançou Criatec 3, com investimento previsto de R$ 200 milhões e sete polos
publicado: 18/02/2016 19h29 última modificação: 24/02/2016 13h04

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) definiu, nesta semana, os focos que serão prioritários na atuação do seu Fundo Tecnológico, BNDES Funtec, para este ano de 2016. 

Dois fundos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) somam R$ 300 milhões para inovação. A instituição lançou o Criatec 3, que contará com patrimônio de R$ 200 milhões e sete polos de atuação regional. Para o Fundo Tecnológico (BNDES Funtec) foi definido um orçamento de R$ 100 milhões em 2016.

A terceira versão do Criatec é voltada para investimentos em empresas inovadoras com atuação prioritária nos setores de nanotecnologia, tecnologia da informação, biotecnologia, agronegócios e novos materiais.

Poderão ser apoiadas empresas com receita operacional líquida anual de, no máximo, R$ 12 milhões. O valor máximo de investimento por empresa, em uma primeira capitalização, será de R$ 3 milhões. No mínimo 25% do portfólio do fundo deverão ser investidos em empresas com receita operacional líquida anual inferior a R$ 3 milhões.

Oito focos

A instituição definiu oito focos prioritários para a atuação do Fundo Tecnológico neste ano. Eles se inserem nos seguintes temas: urbanização, segurança alimentar, envelhecimento da população, escassez de recursos naturais e mudanças climáticas.

Composto de partes do lucro do banco, o BNDES Funtec apoia com recursos não reembolsáveis projetos estratégicos de inovação, executados por instituições de ciência e tecnologia (ICTs) em parceria com empresas. Calcado na pesquisa aplicada, o objetivo do fundo é levar o conhecimento gerado na academia ao setor produtivo e, consequentemente, ao mercado.

As ICTs poderão apresentar propostas em três datas limites ao longo do ano — a primeira se encerra em 29 de abril. Os focos temáticos são: energia fotovoltaica; veículos automotores de baixo impacto ambiental; pré-tratamento de biomassa para etanol 2G; tecnologias para o setor de petróleo e gás; semicondutores; minerais estratégicos; medicamentos com novos princípios ativos para doenças crônicas; e manufatura avançada e sistemas inteligentes.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MCTI

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
O Ministério do Trabalho organizou ações para incentivar a contratação de pessoas com deficiência como parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho.
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Meirelles cita ações para recuperação econômica
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
O Ministério do Trabalho organizou ações para incentivar a contratação de pessoas com deficiência como parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho.
Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Meirelles cita ações para recuperação econômica

Últimas imagens

Porto de Paranaguá (PR). No mercado financeiro, a expectativa é de que a balança comercial fique positiva em US$ 50 bilhões no ano
Porto de Paranaguá (PR). No mercado financeiro, a expectativa é de que a balança comercial fique positiva em US$ 50 bilhões no ano
APPA
Ministro Bruno Araújo durante entrega de residências do Programa MCMV em Jundiaí (SP), em agosto
Ministro Bruno Araújo durante entrega de residências do Programa MCMV em Jundiaí (SP), em agosto
Bruno Peres/Min. Cidades
O motivo da redução foi o resgate líquido de R$ 33,48 bilhões
O motivo da redução foi o resgate líquido de R$ 33,48 bilhões
Marcos Santos/USP Imagens
Confiança do consumidor pode ter contribuído para a retomada dos gastos com viagens internacionais
Confiança do consumidor pode ter contribuído para a retomada dos gastos com viagens internacionais
Divulgação/Agência Brasil
Diretoria do Banco Central tem trabalhado para mercado melhorar as expectativas de inflação
Diretoria do Banco Central tem trabalhado para mercado melhorar as expectativas de inflação
Beto Nociti/BCB

Governo digital