Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Governo defende Petrobras como operadora única do pré-sal

Economia e Emprego

Governo defende Petrobras como operadora única do pré-sal

Regras

Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse também que governo anunciará, em breve, estímulo ao setor de petróleo e gás
publicado: 16/02/2016 12h22 última modificação: 16/02/2016 14h38

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, reafirmou, nesta segunda-feira (15), que o governo defende a manutenção da atual legislação de exploração dos campos do pré-sal, com regime de partilha e com a Petrobras como operadora única, detendo 30% de participação no consórcio vencedor dos leilões.

Segundo o ministro, essa será a posição defendida nesta terça-feira (16), quando deverão ser discutidos no Senado propostas de mudança da legislação. O ministro destacou que o atual regime foi decidido pelo Congresso e que o debate sobre mudanças ocorrerá também no Legislativo.

“Há um encaminhamento feito por um núcleo de senadores com relação a uma mudança abrupta, retirando, portanto, a participação obrigatória da Petrobrás, e há um outro grupo de senadores que defendem a posição atual, e um terceiro grupo que tenta buscar uma construção alternativa a essas duas posições, mas ainda não há nada concreto sobre essa matéria”, afirmou o ministro.

Segundo Braga, esse terceiro grupo de senadores defende que a obrigatoriedade de participação da Petrobras esteja subordinada a uma decisão do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). “Ou seja, retira a obrigatoriedade compulsória e passa a ser caso a caso. Para que a Petrobras não exerça a opção de exploração, seria preciso que o CNPE deliberasse.” O ministro lembrou que as decisões do Conselho contam com participação de diversos ministros e têm de ter a aprovação da presidenta da República.

O ministro esclareceu, ainda, que essa discussão no Congresso não interfere nas medidas que o governo anunciará, em breve, estímulo ao setor de petróleo e gás, em complemento às medidas já adiantadas nas duas últimas semanas.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério de Minas e Energia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
Atividades fazem parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Meirelles cita ações para recuperação econômica
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Atividades fazem parte do Dia D da Inclusão Social e Profissional de Pessoas com Deficiência e Reabilitados pelo INSS no mercado de trabalho
Ministério do Trabalho organiza ações de incentivo a contratação de pessoas com deficiência
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Meirelles cita ações para recuperação econômica

Últimas imagens

Atualmente, a alíquota está no patamar mínimo de 0,1%
Atualmente, a alíquota está no patamar mínimo de 0,1%
Divulgação/Agência Brasil
Pesquisa de Risco e Intenção de Endividamento aumentou 24,9%
Pesquisa de Risco e Intenção de Endividamento aumentou 24,9%
Reprodução/Agência Brasil
Durante palestra nos EUA, Christine Lagarde disse que perspectiva para emergentes merece um otimismo cauteloso
Durante palestra nos EUA, Christine Lagarde disse que perspectiva para emergentes merece um otimismo cauteloso
Stephen Jaffe /IMF Staff Photo
Indicador da indústria avançou 2,1 pontos entre agosto e setembro
Indicador da indústria avançou 2,1 pontos entre agosto e setembro
Antonio Pinheiro/GERJ
O SGP concede isenção ou redução das tarifas de produtos de países em desenvolvimento, como o Brasil
O SGP concede isenção ou redução das tarifas de produtos de países em desenvolvimento, como o Brasil
Divulgação/Ministério da Agricultura

Governo digital