Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Internet facilita cadastramento do Número de Identificação Social de trabalhadores

Economia e Emprego

Internet facilita cadastramento do Número de Identificação Social de trabalhadores

Tecnologia

Mais de 800 mil trabalhadores foram cadastrados no NIS por meio do canal Conectividade Social, sistema lançado em agosto de 2015
publicado: 17/02/2016 11h35 última modificação: 26/02/2016 16h06
Divulgação/Agência Brasil Unificação do cadastramento do trabalhador pela internet simplificou o trabalho das empresas

Unificação do cadastramento do trabalhador pela internet simplificou o trabalho das empresas

O cadastramento do Número de Identificação Social (NIS) diretamente pelo canal eletrônico de relacionamento Conectividade Social (CNS) tem trazido economia e praticidade para as empresas, que antes precisavam ir até uma agência da CAIXA para efetivar o cadastro. Hoje, em uma plataforma única, é possível obter o número do NIS online, registrando um trabalhador por vez ou vários deles em lote.

Mais de 813 mil registros já foram solicitados desde que todo o processo passou a ser feito por meio do CNS, em agosto do ano passado. Com o cadastramento eletrônico, as empresas ficam dispensadas de ir até uma agência bancária para efetivar o cadastro.

A unificação do cadastramento do trabalhador no CNS simplificou o trabalho das empresas. Sempre que é feita uma solicitação, o sistema avisa se o trabalhador já tem um NIS registrado, evitando que haja cadastros em duplicidade. O cadastro também conta com a informação de óbito, reduzindo os riscos de fraude. Cerca de 280 mil empresas que já utilizavam o CNS para prestar informações sobre o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ampliaram o uso para o cadastro do NIS.

“O cadastramento pela internet substituiu os formulários e também a contratação de serviços terceirizados para digitação dos dados”, explica a gerente executiva de Gestão do Cadastro NIS da Caixa, Adalgisa Torres de Castro Martins. “As empresas também pouparam recursos humanos, já que era necessário ir à agência para efetivar os cadastros. Foi uma economia de recursos, de papéis e formulários, numa visão de sustentabilidade”, diz.

Opções de cadastro

O cadastramento por meio do CNS é voltado para todas as empresas, de todos os portes. Cada uma, entretanto, pode optar pela forma de cadastro mais conveniente, de acordo com a necessidade. Para gerar o NIS de poucos trabalhadores ou em uma situação emergencial, o melhor é selecionar a opção Cadastro NIS. Ao incluir todos os dados do trabalhador, como nome da mãe e do pai e o número dos documentos, o NIS é gerado na mesma hora.

Para gerar o NIS de um grande número de trabalhadores, os dados podem ser enviados para a Caixa em um arquivo único, por meio da caixa postal do CNS. Para a geração deste arquivo, o empregador deve seguir as instruções disponíveis no site do banco. Após o procedimento, os números cadastrados ou localizados são informados no arquivo de retorno no dia seguinte ao da solicitação. O acesso ao CNS é feito por meio de certificado digital padrão ICP-Brasil, que pode ser emitido nas agências da Caixa.

Empregados domésticos

Para efetivar um contrato de trabalho com o empregado doméstico, também é necessário um número de identificação. Caso o empregado nunca tenha trabalhado com carteira assinada e não possua nenhum número de identificação social, esse registro deve ser feito pelo patrão no site do INSS, pela central de atendimento 135, do Ministério da Previdência Social ou nas agências do órgão.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Caixa Econômica Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
BC está monitorando mercado internacional
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
BC está monitorando mercado internacional
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação

Últimas imagens

Estimativa para algumas despesas obrigatórias, como as com Previdência Social, aumentou
Estimativa para algumas despesas obrigatórias, como as com Previdência Social, aumentou
Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Governo digital