Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Não faltarão recursos no enfrentamento do zika, diz Edinho

Saúde

Não faltarão recursos no enfrentamento do zika, diz Edinho

Combate

Ministro destacou que governo federal tem realizado investimentos para controle e prevenção da doença
por Portal Brasil publicado: 19/02/2016 12h39 última modificação: 19/02/2016 12h39
Foto: José Cruz/Agência Brasil "Todos os dias devemos destruir os criadouros do Aedes aegypti. É uma medida concreta de proteção às nossas crianças", disse o ministro

"Todos os dias devemos destruir os criadouros do Aedes aegypti. É uma medida concreta de proteção às nossas crianças", disse o ministro

O governo federal vai fazer de tudo para controlar a atual epidemia de zika, garantiu o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva. Segundo ele, não haverá nenhum tipo de contingenciamento de recursos nas ações de enfrentamento ao vírus zika.

"O governo federal, só na área de prevenção, deve gastar por volta de R$ 2 bilhões. Também estamos participando dos investimentos para a descoberta da vacina, algo em torno de US$ 1.9 milhões. Portanto, não há contingenciamento de recursos para isso", destacou, durante ações da Mobilização Nacional da Educação Zika Zero, em São José dos Campos (SP), nesta sexta-feira (19).

A ação busca a conscientização de alunos e professores, seguindo a mesma linha de atuação que mobilizou todo o país no último fim de semana. "São 60 milhões de brasileiros e brasileiras, entre estudantes e profissionais da área de educação, chamando a atenção dos alunos, para que eles possam reproduzir as informações. Neste momento, nós só temos uma forma de combater o virus zika: destruindo os criadouros do mosquito", analisou Edinho.

O ministro destacou ainda que a mobilização para o enfrentamento do vírus é constante, e que chamar a atenção da sociedade é um ponto fundamental para que o Brasil consiga vencer essa guerra. 

"O enfrentamento ao mosquito Aedes, que é o principal vetor do virus, é continuado. Todos os dias devemos destruir os criadouros do Aedes aegypti. É uma medida concreta de proteção às nossas crianças", finalizou o ministro.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

BC está monitorando mercado internacional
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: Três Poderes terão limite de gastos
De acordo com o ministro da Fazenda, Reforma Fiscal terá vigência de 20 anos, e pode mudar de critérios a partir do décimo ano
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
BC está monitorando mercado internacional
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
De acordo com o ministro da Fazenda, Reforma Fiscal terá vigência de 20 anos, e pode mudar de critérios a partir do décimo ano
Meirelles: Três Poderes terão limite de gastos

Governo digital