Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Não faltarão recursos no enfrentamento do zika, diz Edinho

Saúde

Não faltarão recursos no enfrentamento do zika, diz Edinho

Combate

Ministro destacou que governo federal tem realizado investimentos para controle e prevenção da doença
por Portal Brasil publicado: 19/02/2016 12h39 última modificação: 19/02/2016 12h39
Foto: José Cruz/Agência Brasil "Todos os dias devemos destruir os criadouros do Aedes aegypti. É uma medida concreta de proteção às nossas crianças", disse o ministro

"Todos os dias devemos destruir os criadouros do Aedes aegypti. É uma medida concreta de proteção às nossas crianças", disse o ministro

O governo federal vai fazer de tudo para controlar a atual epidemia de zika, garantiu o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva. Segundo ele, não haverá nenhum tipo de contingenciamento de recursos nas ações de enfrentamento ao vírus zika.

"O governo federal, só na área de prevenção, deve gastar por volta de R$ 2 bilhões. Também estamos participando dos investimentos para a descoberta da vacina, algo em torno de US$ 1.9 milhões. Portanto, não há contingenciamento de recursos para isso", destacou, durante ações da Mobilização Nacional da Educação Zika Zero, em São José dos Campos (SP), nesta sexta-feira (19).

A ação busca a conscientização de alunos e professores, seguindo a mesma linha de atuação que mobilizou todo o país no último fim de semana. "São 60 milhões de brasileiros e brasileiras, entre estudantes e profissionais da área de educação, chamando a atenção dos alunos, para que eles possam reproduzir as informações. Neste momento, nós só temos uma forma de combater o virus zika: destruindo os criadouros do mosquito", analisou Edinho.

O ministro destacou ainda que a mobilização para o enfrentamento do vírus é constante, e que chamar a atenção da sociedade é um ponto fundamental para que o Brasil consiga vencer essa guerra. 

"O enfrentamento ao mosquito Aedes, que é o principal vetor do virus, é continuado. Todos os dias devemos destruir os criadouros do Aedes aegypti. É uma medida concreta de proteção às nossas crianças", finalizou o ministro.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

Na ocasião, também será realizada a 14ª Assembleia-Geral da OIV
Na ocasião, também será realizada a 14ª Assembleia-Geral da OIV
Foto: Divulgação/Ministério da Agricultura
Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 11,49%
Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 11,49%
Marcos Santos/ USP Imagens
O benefício é equivalente a um salário mínimo (R$ 880)
O benefício é equivalente a um salário mínimo (R$ 880)
Marcos Santos/USP Imagens
Entre janeiro e junho deste ano, as vendas de gado para a Turquia somaram mais de R$ 50 milhões
Entre janeiro e junho deste ano, as vendas de gado para a Turquia somaram mais de R$ 50 milhões
Sílvio Ávila/Mapa
Sem planejamento, condições facilitadas de crédito podem ser a porta para a inadimplência. Entenda como sair do vermelho
Sem planejamento, condições facilitadas de crédito podem ser a porta para a inadimplência. Entenda como sair do vermelho

Governo digital