Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Superávit comercial foi de US$ 1,162 bi na 1ª semana de fevereiro

Economia e Emprego

Superávit comercial foi de US$ 1,162 bi na 1ª semana de fevereiro

Comércio Exterior

Houve exportações de US$ 3,604 bilhões e importações de US$ 2,442 bilhões no período
por Portal Brasil publicado: 11/02/2016 15h51 última modificação: 12/02/2016 17h32
Foto: Porto do Recife Até a primeira semana de fevereiro, as exportações totalizaram US$ 14,849 bilhões e as importações, US$ 12,765 bilhões, o que gerou um superávit US$ 2,084 bilhões

Até a primeira semana de fevereiro, as exportações totalizaram US$ 14,849 bilhões e as importações, US$ 12,765 bilhões, o que gerou um superávit US$ 2,084 bilhões

O Brasil registrou um superávit de US$ 1,162 bilhão na balança comercial na primeira semana de fevereiro (entre os dias 1º e 7), informou nesta quinta-feira (11) Secretaria de Comércio Exterior (Secex), órgão do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O número reflete exportações de US$ 3,604 bilhões e importações de US$ 2,442 bilhões.

A média diária das exportações da primeira semana de fevereiro foi de US$ 720,8 milhões, valor 7,3% acima da média diária de fevereiro de 2015 (US$ 671,8 milhões). Tal resultado foi impulsionado pelos aumentos nas vendas produtos semimanufaturados (44,7%), principalmente açúcar em bruto, ouro em forma semimanufaturada, catodos de cobre, celulose, madeira serrada, alumínio em bruto, couros e peles, ferro-ligas, e manufaturados (10,6%), por conta de tubos flexíveis de ferro e aço, etanol, suco de laranja não congelado, automóveis, polímeros plásticos, laminados planos, açúcar refinado, medicamentos, bombas e compressores, veículos de carga.

Houve, no entanto, queda nas vendas de produtos básicos (-7,9%), especialmente soja em grão, minério de ferro, petróleo em bruto, farelo de soja, café em grão, fumo em folhas, carne de frango.

Na comparação com o desempenho médio diário do mês passado, houve crescimento de 28,2% nas exportações, com altas nas três categorias de produtos: semimanufaturados (64,6%), manufaturados (37,9%) e básicos (7,5%). 

Do lado das importações, a média diária da primeira semana de fevereiro, de US$ 448,4 milhões, foi 41,1% menor que a registrada em fevereiro de 2015 (US$ 829,6 milhões). Nesse comparativo, caíram os gastos, principalmente, com veículos automóveis e partes (-64,7%), siderúrgicos (-63,7%), combustíveis e lubrificantes (-47,5%), produtos plásticos (-44,8%) e equipamentos eletroeletrônicos (-44,5%). No comparativo com janeiro deste ano, houve queda nas importações de 5,4%, por conta de veículos automóveis e partes (-30,3%), químicos orgânicos e inorgânicos (-26,8%), siderúrgicos (-22,9%) e equipamentos mecânicos (+18,1%).

Ano

Até a primeira semana de fevereiro, as exportações totalizaram US$ 14,849 bilhões e as importações chegaram a US$ 12,765 bilhões, o que gerou um superávit US$ 2,084 bilhões. Em igual período de 2015 havia déficit de US$ 3,195 bilhões.

As exportações acumularam média diária de US$ 594 milhões no ano, valor 11,2% menor que o verificado no mesmo período de 2015 (US$ 668,5 milhões). Já as importações apresentaram desempenho médio diário de US$ 510,6 milhões, 35,5% abaixo do registrado no mesmo período de 2015 (US$ 791,4 milhões).

No ano, a corrente de comércio soma US$ 27,614 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,104 bilhão, 24,3% menos que o verificado em 2015 (US$ 1,460 bilhão).

Fonte: MDIC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Painel de Preços
A ferramenta Painel de Preços permite pesquisar, analisar e comparar as compras públicas homologadas no Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (Siasg)
A ferramenta Painel de Preços permite pesquisar, analisar e comparar as compras públicas homologadas no Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (Siasg)
Painel de Preços

Últimas imagens

Relatório do Banco Central mostra reação do mercado de crédito após flexibilização da política monetária
Relatório do Banco Central mostra reação do mercado de crédito após flexibilização da política monetária
Arquivo EBC
Fiscais vão verificar se o milho adquirido por meio do programa é de fato destinado à alimentação dos animais
Fiscais vão verificar se o milho adquirido por meio do programa é de fato destinado à alimentação dos animais
Foto: Alberto Coutinho/SecomGovBA
Indicador de recuperação de crédito do consumidor também aumentou
Indicador de recuperação de crédito do consumidor também aumentou
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Em conversa no Facebook, secretário explicou pontos da reforma proposta pelo governo
Em conversa no Facebook, secretário explicou pontos da reforma proposta pelo governo
Reprodução Facebook
Com as mudanças na proposta original da reforma, a economia passará a ser de R$ 604 bilhões, segundo a Fazenda
Com as mudanças na proposta original da reforma, a economia passará a ser de R$ 604 bilhões, segundo a Fazenda
Divulgação/USP Imagens

Governo digital