Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 02 > Universidade de Brasília vai economizar com uso de documentos digitais

Economia e Emprego

Universidade de Brasília vai economizar com uso de documentos digitais

Processo Eletrônico Nacional

Sistema Eletrônico de Informações vai melhorar gestão da instituição federal de ensino superior
por Portal Brasil publicado: 10/02/2016 15h30 última modificação: 12/02/2016 15h27
EBC A Universidade de Brasília será a segunda instituição federal de ensino superior do País a utilizar o Sistema Eletrônico de Informações

A Universidade de Brasília será a segunda instituição federal de ensino superior do País a utilizar o Sistema Eletrônico de Informações

A Universidade de Brasília (UnB) tornou-se a segunda instituição federal de ensino superior a aderir ao Processo Eletrônico Nacional (PEN). A partir de 16 de maio, a UnB vai dispor do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) na tramitação eletrônica de seus documentos e processos. A primeira instituição acadêmica de ensino superior a adotar o SEI foi a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O uso da solução reduzirá gastos da universidade com papel, impressão, material de escritório, transporte e serviços de postagens. A assinatura do acordo de cooperação técnica entre a UnB e o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) ocorreu na sexta-feira (5).

"Começar o ano com a implantação deste sistema é o sinal de uma revolução em todos os processos da Universidade de Brasília", salientou Ivan Camargo, reitor da UnB. "Estou muito satisfeito da UnB ser uma das primeiras universidades a aderirem", acrescentou.

O secretário de Tecnologia da Informação do MP, Cristiano Heckert, destacou o ganho de produtividade que a UnB terá ao utilizar o SEI. "Um professor ou um servidor no campus de Planaltina ou do Gama pode, na velocidade de um clique, tramitar um documento para a reitoria, o que vai trazer muita agilidade e ganho de eficiência no trabalho de toda a comunidade acadêmica."

Pelo Decreto nº 8.539, todos os órgãos da Administração Pública Federal devem enviar o cronograma de implementação do uso do meio eletrônico para a realização do processo administrativo a Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) até abril. Dos 224 órgãos que compõem o Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP), 139 estão no processo de adesão do SEI, 54 estão na fase de implantação e 21 já o utilizam.

Segundo a secretária-adjunta de Gestão do MPOG, Patricia Vieira, o sistema melhora a gestão pública. "O SEI toca na desburocratização, na qualidade do gasto público e no fortalecimento da gestão e do controle", explica.

Até outubro de 2017, todos os órgãos devem usar o meio eletrônico para a realização de seus processos administrativos.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
BC está monitorando mercado internacional
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
BC está monitorando mercado internacional
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação

Últimas imagens

Quem nasceu nos meses de julho a dezembro receberá o benefício ainda no ano de 2016
Quem nasceu nos meses de julho a dezembro receberá o benefício ainda no ano de 2016
Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Governo digital