Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 03 > Lucro líquido do BNDES foi de R$ 6,199 bilhões em 2015

Economia e Emprego

Lucro líquido do BNDES foi de R$ 6,199 bilhões em 2015

Balanço

O principal fator positivo foi o aumento do resultado de intermediação financeira, que alcançou R$ 18,691 bilhões, valor 39,6% superior ao registrado em 2014
por Portal Brasil publicado: 28/03/2016 19h07 última modificação: 29/03/2016 11h24
Foto: Senado Outro indicador positivo foi a manutenção da inadimplência em nível muito baixo, de 0,06%

Outro indicador positivo foi a manutenção da inadimplência em nível muito baixo, de 0,06%

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro líquido de R$ 6,199 bilhões em 2015. O principal fator positivo foi o aumento do resultado de intermediação financeira, que alcançou R$ 18,691 bilhões, valor 39,6% superior ao registrado em 2014. Outro indicador positivo foi a manutenção da inadimplência em nível muito baixo, de 0,06%, bem inferior à média do Sistema Financeiro Nacional, de 3,4%, refletindo a alta qualidade da carteira de crédito do banco.

O aumento do resultado de intermediação financeira reflete o crescimento na carteira de crédito, a revisão dos spreads nos últimos anos, bem como a gestão de tesouraria, compatível com o volume de operações do Banco.

Por outro lado, o resultado do Sistema BNDES com participações societárias foi determinante na redução de 27,9% do lucro líquido em relação aos R$ 8,594 bilhões apurados em 2014, em função da forte depreciação do mercado de capitais. O resultado com participações societárias foi negativo em R$ 5,4 bilhões, ante um valor positivo de R$ 2,865 bilhões em 2014, retração de R$ 8,272 bilhões no comparativo dos exercícios.

O principal responsável pela queda mencionada foi o investimento na Petrobras. Além do não pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio em 2015, ante uma contribuição de R$ 1,842 bilhão em 2014, a queda da cotação das ações da empresa levou o BNDES a registrar perdas por impairment (desvalorização de ativos) no montante de R$ 7,35 bilhões (R$ 4,49 bilhões líquido de efeitos tributários) em 2015.

Desconsiderado o efeito do impairment da Petrobras, o lucro do BNDES seria de R$ 10,684 bilhões em 2015, o mais elevado de sua história. A rentabilidade sobre o patrimônio passaria, no mesmo exercício, de 15,37% para 23,6%, contra 21,2% em 2014.

O BNDES destaca que as perdas por impairment são exclusivamente contábeis – já que não houve venda de ativos – e representam a mera transferência do efeito negativo registrado em conta específica do patrimônio líquido para o resultado do exercício. Tal resultado, portanto, não gerou impacto no fluxo de caixa do banco nem em sua posição patrimonial, dado que as perdas já estavam reconhecidas em seu ativo e patrimônio líquido. Com uma futura valorização das ações da Petrobras, os ganhos contábeis serão incorporados ao patrimônio líquido do BNDES. 

O BNDES ressalta que considera ser de grande importância garantir a qualidade de sua carteira de crédito, tendo em vista que, além de ser um banco público, o retorno de suas operações representa o principal funding para concessão de financiamentos a novos projetos de investimentos. Em 2015, o retorno das operações do banco representou 92% dos recursos desembolsados no ano.

Posição financeira

O patrimônio líquido do Sistema BNDES totalizou R$ 31 bilhões em dezembro de 2015, estável em relação aos R$ 30,7 bilhões de dezembro de 2014. O patrimônio de referência (base regulatória que determina a capacidade de financiamento) atingiu R$ 95,0 bilhões em dezembro de 2015, redução de 2,9% em relação aos R$ 97,9 bilhões de 2014. O índice de Basileia atingiu 14,7% em 31 de dezembro de 2015, situação confortável diante dos 11,0% exigidos pelo Banco Central.

Ativo total

O ativo total alcançou R$ 67,3 bilhões em dezembro de 2015, inferior aos R$ 77,2 bilhões de dezembro de 2014, como reflexo da redução da carteira de participações societárias. A carteira de participações societárias totalizou R$ 46,3 bilhões em dezembro de 2015, uma redução diante dos R$ 56,0 bilhões em dezembro de 2014 provocada pela desvalorização das ações que compõem essa carteira, especialmente Petrobras.

O patrimônio líquido da BNDESPAR totalizou R$ 61,4 bilhões em dezembro de 2015, inferior aos R$ 66,1 bilhões de dezembro de 2014 em razão do prejuízo de R$ 7,6 bilhões em 2015.

Fonte: Portal Brasil, com informações do BNDES

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Acordo de livre comércio deve sair em até dois anos
José Serra afirmou, em Nova York, que acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia deve sair em até dois anos
Meirelles cita ações para recuperação econômica
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
José Serra afirmou, em Nova York, que acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia deve sair em até dois anos
Acordo de livre comércio deve sair em até dois anos
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Meirelles cita ações para recuperação econômica

Últimas imagens

Esforços do MDIC pretendem impactar a produtividade da indústria
Esforços do MDIC pretendem impactar a produtividade da indústria
Divulgação/Agência Brasil
O valor corresponde a 35% da meta de US$ 15,1 bilhões prevista no plano de venda de ativos da Petrobras
O valor corresponde a 35% da meta de US$ 15,1 bilhões prevista no plano de venda de ativos da Petrobras
Fábio Abu/Governo da Bahia
Os resultados foram positivos em 13 Estados brasileiros
Os resultados foram positivos em 13 Estados brasileiros
Eraldo Schnaider/Prefeitura de Blumenau
No Distrito Federal, o Dia D contará com palestras e rodas de conversa
No Distrito Federal, o Dia D contará com palestras e rodas de conversa
Foto: Divulgação/Agência Brasil
Em termos de produção, a soja cresceu 12,3% e o milho, 6,8%
Em termos de produção, a soja cresceu 12,3% e o milho, 6,8%
Divulgação/Agência Brasil

Governo digital