Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 08 > Dólar registra 7ª queda seguida e fecha a R$ 3,13

Economia e Emprego

Dólar registra 7ª queda seguida e fecha a R$ 3,13

Confiança

Conforme o País segue caminhando para sair da crise, moeda brasileira se fortalece e dólar cai frente ao real
por Portal Brasil publicado: 10/08/2016 18h59 última modificação: 11/08/2016 10h55
Marcello Casal Jr/Agência Brasil Em sete dias de baixa, o dólar acumula um recuo de 4,3%

Em sete dias de baixa, o dólar acumula um recuo de 4,3%

Conforme cresce a confiança de que o Brasil pode superar a crise econômica e voltar a crescer, a cotação do dólar cai frente ao real. Nesta quarta-feira (10), a moeda norte-americana fechou com queda de 0,28%, negociada a R$ 3,13 na venda – esse foi o sétimo recuo consecutivo.

Em sete dias de baixa, o dólar acumula um recuo de 4,3%. No ano até esta terça (9), a queda acumulada chega a 20,6%. Essa cotação de hoje, R$ 3,132, é ainda a menor desde 13 de julho do ano passado, quando a divisa fechou o dia negociada a R$ 3,13.

Apesar da queda observada nos últimos dias, o mercado financeiro continua a prever que o dólar vai terminar o ano em uma cotação maior que a observada atualmente. Segundo projeções do Boletim Focus, que reúne a projeção de cerca de 100 analistas, em dezembro o dólar estará em R$ 3,30.

Cenário de mercado

Nada impede, no entanto, que esse cenário seja remodelado e essas expectativas mudem nas próximas semanas. Os analistas que mais acertam as previsões, grupo chamado pelo Banco Central de TOP 5, acreditam que a moeda vai terminar em um valor menor que o esperado pela média do mercado, em R$ 3,20.

Fonte: Portal Brasil, com informações do mercado financeiro e do Banco Central

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Governo prorroga para 14 de novembro o prazo de adesão ao Refis
O governo prorrogou o prazo para pessoas físicas e jurídicas quitarem as dívidas com a união. Agora, o Refis está valendo até 14 de novembro
O governo prorrogou o prazo para pessoas físicas e jurídicas quitarem as dívidas com a união. Agora, o Refis está valendo até 14 de novembro
Governo prorroga para 14 de novembro o prazo de adesão ao Refis

Últimas imagens

Ministro Dyogo Oliveira defendeu aprovação da reforma da Previdência para evitar danos ao País
Ministro Dyogo Oliveira defendeu aprovação da reforma da Previdência para evitar danos ao País
Valter Campanato/Agência Brasil
Alta na massa salarial é explicada por melhora no mercado de trabalho, que vem empregando mais neste ano
Alta na massa salarial é explicada por melhora no mercado de trabalho, que vem empregando mais neste ano
Marcos Santos/USP Imagens
Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão anunciou mais uma liberação de recursos orçamentários
Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão anunciou mais uma liberação de recursos orçamentários
Gleice Mere/MP
Neste ano, a balança comercial vem registrando recordes seguidos
Neste ano, a balança comercial vem registrando recordes seguidos
Arquivo EBC

Governo digital