Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2016 > 11 > Fazenda define novo secretário de Assuntos Internacionais

Economia e Emprego

Fazenda define novo secretário de Assuntos Internacionais

Nomeação

Chefe de missão do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington (EUA), substitui Luís Antonio Balduino Carneiro
por Portal Brasil publicado: 23/11/2016 16h13 última modificação: 14/12/2016 23h05

O Ministério da Fazenda tem um novo secretário de Assuntos Internacionais. O economista Marcello de Moura Estevão Filho substituirá o diplomata Luís Antonio Balduino Carneiro. A mudança foi confirmada pela Pasta nesta terça-feira (23).

Estevão é atualmente chefe de missão do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington (EUA). O novo secretário é graduado e mestre em economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio e PhD pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Além da experiência no FMI, ele foi economista-chefe na Tudor Investment Corporation (2013-2015), em Londres e Greenwich (EUA). Também foi economista no Federal Reserve Board entre 1995 e 2000 em Washington.

Embaixada na República Eslovaca

Balduino, que deixa o ministério, reassume a carreira diplomática e será o novo embaixador do Brasil na República Eslovaca. O ex-secretário estava no cargo no Ministério da Fazenda desde 2015.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Fazenda

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pesquisa do BC aponta que 56% não colocam no papel as contas do mês
Por outro lado, segundo levantamento do Banco Central, 64% dos entrevistados pagam as contas em dia
Por outro lado, segundo levantamento do Banco Central, 64% dos entrevistados pagam as contas em dia
Pesquisa do BC aponta que 56% não colocam no papel as contas do mês

Últimas imagens

Resultado foi obtido com mercadorias apreendidas ao longo de 2017. Parte dos itens, no entanto, foi doado para organizações da sociedade civil ou incorporado a órgãos públicos
Resultado foi obtido com mercadorias apreendidas ao longo de 2017. Parte dos itens, no entanto, foi doado para organizações da sociedade civil ou incorporado a órgãos públicos
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Rais
Pixabay

Governo digital