Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 01 > Mais de 95% dos trabalhadores sacaram Abono Salarial de 2014

Economia e Emprego

Mais de 95% dos trabalhadores sacaram Abono Salarial de 2014

PIS/PASEP

Cerca de 22 milhões de cidadãos com direito ao benefício fizeram o saque. É a segunda maior cobertura da história dos pagamentos
por Portal Brasil publicado: 11/01/2017 12h18 última modificação: 11/01/2017 12h24
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil Cada trabalhador recebeu o equivalente a um salário mínimo, no valor de R$ 880

Cada trabalhador recebeu o equivalente a um salário mínimo, no valor de R$ 880

Mais de 22,61 milhões de trabalhadores sacaram o Abono Salarial do PIS/Pasep ano-base 2014. Esse número corresponde a 95,93% do total de pessoas com direito ao benefício no País.

Essa foi a segunda maior taxa de cobertura da história dos pagamentos do abono – o recorde foi em 2009, quando o percentual de saques chegou a 96,3%.

Cada um recebeu o equivalente a um salário-mínimo, no valor de R$ 880. No total, foram pagos mais de R$ 18,8 bilhões para beneficiários de todo o País.

A Região Nordeste foi campeã de saques: 98,7% dos beneficiários fizeram o saque. Em seguida, veio a Região Sudeste, com índice de 95,58%; Centro-Oeste (95,39%); Norte (94,77%); e Sul (93,95%).

Os recursos que não foram sacados até 30 de dezembro voltaram para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O FAT é mantido com contribuições das empresas e é destinado a pagamentos de Abono Salarial e Seguro-Desemprego.

De acordo com o Ministério do Trabalho, o resultado deve-se ao esforço do governo federal para fazer com que o recurso chegasse até os cidadãos.

O ministro, Ronaldo Nogueira, solicitou, por duas vezes, que o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) prorrogasse o prazo para saque.

“Fizemos o adiamento justamente para que aqueles mais humildes pudessem sacar um dinheiro que é deles por direito”, disse o ministro.

Uma série de outras medidas foi adotada durante a prorrogação. O Ministério do Trabalho promoveu uma ação conjunta com a Caixa Econômica e o Banco do Brasil, enviou correspondência aos trabalhadores, e-mails aos órgãos públicos e mala direta às empresas.

Além disso, a pasta divulgou amplamente a informação na imprensa e nas redes sociais e disponibilizou na internet a relação com os nomes dos trabalhadores que tinham direito ao abono.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Trabalho

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Saiba mais sobre as contas inativas do FGTS
Trabalhador que pediu demissão ou teve seu contrato de trabalho finalizado até 2015 tem direito ao saque das contas inativas do FGTS
Trabalhador que pediu demissão ou teve seu contrato de trabalho finalizado até 2015 tem direito ao saque das contas inativas do FGTS
Saiba mais sobre as contas inativas do FGTS

Últimas imagens

No ano, o saldo comercial do País está positivo em US$ 40,782 bilhões
No ano, o saldo comercial do País está positivo em US$ 40,782 bilhões
Arquivo EBC
Saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço já injetaram R$ 42,3 bilhões na economia
Saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço já injetaram R$ 42,3 bilhões na economia
Foto: Rodrigo de Oliveira/Caixa
Ação integrada vai apoiar venezuelanos a imunizar e inspecionar o rebanho
Ação integrada vai apoiar venezuelanos a imunizar e inspecionar o rebanho
Arquivo/ Agência Brasil
Ministros Marcos Pereira (MDIC) e Aloysio Nunes Ferreira (MRE) assinaram acordo representando o País
Ministros Marcos Pereira (MDIC) e Aloysio Nunes Ferreira (MRE) assinaram acordo representando o País
Divulgação/ MDIC

Governo digital