Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 02 > Produtores contratam 43% do crédito em Plano Agrícola

Economia e Emprego

Produtores contratam 43% do crédito em Plano Agrícola

Investimento

Recursos serão aplicados em custeio e comercialização da safra deste ano, sobretudo de soja e de milho
por Portal Brasil publicado: 10/02/2017 21h21 última modificação: 14/02/2017 16h14

Médios e grandes produtores rurais contrataram R$ 79,45 bilhões do Plano Agrícola e Pecuário 2016-2017, no período entre julho de 2016 a janeiro deste ano. O valor representa 43% dos recursos programados de R$ 183,85 bilhões.

As contratações do crédito rural na atual safra continuam aumentando, sejam as destinadas ao custeio e à comercialização (R$ 64,56 bilhões ou 43% do total) ou aos investimentos (R$ 14,9 bilhões ou 44%), conforme a Secretária de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“A evolução dos números mostra que o total de recursos devem ser utilizados pelo produtor até junho, quando termina o atual Plano Safra”, ressaltou o secretário da SPA, Neri Geller.

Os financiamentos de custeio apresentaram redução de 11,4%, se comparado com o mesmo período do ano passado. Segundo a SPA, o recuo se deve à aplicação do Pré-custeio no equivalente a R$ 10 bilhões, computado na safra anterior. Neste ano, também, o Banco do Brasil e o Mapa anunciaram que, até o final de junho próximo, serão disponibilizados R$ 12 bilhões para os financiamentos de pré-custeio, referentes à próxima safra agrícola de 2018.

Os financiamentos de custeio com taxas livres cresceram 78%, atingindo R$ 9,8 bilhões, ante R$ 5,5 bilhões em igual período na safra anterior. Esse desempenho é explicado pela contribuição dos recursos oriundos da emissão de Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), direcionados para o crédito rural, no montante de R$ 9,7 bilhões, sendo R$ 5,4 bilhões com taxa favorecida e R$ 4,3 bilhões com taxas livres.

Os financiamentos para investimentos aumentaram 3,5%, o que demonstra a recuperação liderada pela aquisição de tratores agrícolas e implementos associados e colheitadeiras, cujas contratações no âmbito do Programa Moderfrota aumentaram 53%.

De acordo com Neri Geller, “o forte investimento no Moderfrota reflete o interesse do produtor na modernização e em ganhos de produtividade na sua propriedade. Essa demanda por máquinas e implementos agrícolas reflete em toda a economia brasileira, movimentando as indústrias e gerando empregos”.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Assunto(s): Economia, Safra

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil e Estados Unidos debatem ampliação do comércio bilateral
A Embaixada do Brasil em Washington (EUA) participou de um encontro, nesta semana, com parlamentares e empresários no Congresso Americano
A Embaixada do Brasil em Washington (EUA) participou de um encontro, nesta semana, com parlamentares e empresários no Congresso Americano
Brasil e Estados Unidos debatem ampliação do comércio bilateral

Últimas imagens

Presidente Temer faz brinde com embaixador chinês Li Jinzhang, durante jantar em churrascaria no último dia 19, em Brasília
Presidente Temer faz brinde com embaixador chinês Li Jinzhang, durante jantar em churrascaria no último dia 19, em Brasília
Foto: Beto Barata/PR
No bimestre, investidores estrangeiros apostaram US$ 16,8 bilhões no setor produtivo brasileiro. Dinheiro foi para todos os ramos
No bimestre, investidores estrangeiros apostaram US$ 16,8 bilhões no setor produtivo brasileiro. Dinheiro foi para todos os ramos
Autoridade monetária revisou para cima a projeção do saldo comercial para este ano
Autoridade monetária revisou para cima a projeção do saldo comercial para este ano
Tânia Rêgo /Agência Brasil
Porto de Paranaguá (PR). Exportações têm ajudado a manter equilíbrio das contas externas
Porto de Paranaguá (PR). Exportações têm ajudado a manter equilíbrio das contas externas
APPA
Com reformas econômicas, investimento estrangeiro no País registra recorde no primeiro bimestre de 2017
Com reformas econômicas, investimento estrangeiro no País registra recorde no primeiro bimestre de 2017
Marcello Casal Jr /Agência Brasil

Governo digital