Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 06 > Inflação medida pelo IGP-10 cai pelo 3º mês seguido

Economia e Emprego

Inflação medida pelo IGP-10 cai pelo 3º mês seguido

FGV

Resultado foi puxado pelos preços de insumos para produtores, que caíram 1,17% em junho. Alimentos para consumidores também recuaram
por Portal Brasil publicado: 14/06/2017 15h11 última modificação: 14/06/2017 15h11
Marcelo Camargo/Agência Brasil Mansueto Almeida, secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, classificou queda de preços como impressionante

Mansueto Almeida, secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, classificou queda de preços como impressionante

Pelo terceiro mês consecutivo, um importante indicador de custo de vida apresentou deflação, ou seja, os preços medidos por ele caíram. Em junho, o Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) recuou 0,62% – esse é o melhor resultado para junho desde 2014, quando houve queda de 0,67%.

O indicador é calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e foi divulgado nesta quarta-feira (14). Para chegar ao número final, a instituição coletou preços entre 11 maio e 10 de junho. Esse índice é importante porque, além de medir o custo de vida, é usado para reajustar contratos importantes, como de construção ou de outras operações.

Mansueto Almeida, Secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, classificou a queda da inflação, medida pelo IGP-10, como “impressionante”. A avaliação foi publicada por ele no Twitter.

Segundo a FGV, o IGP-10 é composto por outros três indicadores. O que teve maior peso no mês foi o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que caiu 1,17% frente a maio.

Já o índice de Preços ao Consumidor (IPC), outro componente, variou 0,21%, resultado considerado bom e que foi influenciado pela queda de 0,44% nos preços dos alimentos. O terceiro e último componente do IGP-10 é o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que registrou, em junho, variação de 0,92%.

 

Fonte: Portal Brasil, com informações da FGV e do Ministério da Fazenda

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil