Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 06 > Inflação oficial é a menor para o mês de maio desde 2007

Economia e Emprego

Inflação oficial é a menor para o mês de maio desde 2007

IPCA

Gastos com transportes e alimentos ficaram mais baratos para as famílias; acumulado é o menor desde o ano 2000
publicado: 09/06/2017 10h38 última modificação: 09/06/2017 10h59

A inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de maio ficou em 0,31%. Essa é a taxa mais baixa para o mês desde 2007, quando o índice foi de 0,28%. Já em maio de 2016, o indicador ficou em 0,78.

Com isso, o acumulado do ano foi para 1,42%, percentual inferior aos 4,05% registrados em igual período de 2016, e o menor acumulado até maio desde o ano 2000 (1,41%).

Nos últimos 12 meses encerrados em maio, houve avanço de 3,60%. Em abril de 2017, o acumulado em 12 meses do índice estava em 4,08%, sendo a menor taxa para o período desde maio de 2007 (3,18%). 

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o aumento do índice em relação ao mês passado se deve às contas de energia elétrica, que aumentaram 8,98%, liderando, com 0,29 p.p., o ranking das principais contribuições do mês. 

Entre os três grupos de produtos e serviços que apresentaram queda, Transportes (-0,42%) foi o que mais caiu. Isso por influência das passagens aéreas, 11,81% mais baratas do que em abril. Além disso, o preço do automóvel novo teve queda de 0,85% e o litro do etanol passou a custar 2,17% menos.

No grupo Alimentação e Bebidas, que responde por ¼ das despesas das famílias, a queda de 0,35% foi puxada pelos alimentos para consumo em casa (-0,56%). 

Fonte: Portal Brasil, com informações do IBGE 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil