Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 06 > MEI poderá parcelar dívida com o Fisco em até 120 vezes

Economia e Emprego

MEI poderá parcelar dívida com o Fisco em até 120 vezes

Refis

Comitê Gestor do Simples Nacional regulamentou novas regras para parcelamento. Prestação mínima será de R$ 50
por Portal Brasil publicado: 16/06/2017 17h28 última modificação: 03/10/2017 15h33
Gabriel Jabur/Agência Brasília. Benefício a micro empreendedores foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (16)

Benefício a micro empreendedores foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (16)

O Microempreendedor Individual (MEI) com impostos atrasados com a Receita Federal poderá parcelar esses débitos. Nesta sexta-feira, o Comitê Gestor do Simples Nacional regulamentou as regras para esses parcelamentos. A resolução com as normas foram publicadas no Diário Oficial.

Com essa regulamentação ficou determinado que o MEI que tenha débitos com a Receita Federal anteriores a maio de 2016 poderá optar pelo parcelamento da dívida. A futura poderá ser divida em até 120 meses, com prestação mínima de R$ 50.

Pelas novas regras, o empreendedor poderá fazer o refinanciamento da dívida sem ter de dar uma entrada, que para os demais empresários pode ser de 10% ou 20%. Esse benefício vale até o fim de 2018.

Parcelamento convencional

A partir de 3 de julho, o MEI poderá pedir o parcelamento convencional, com prazo máximo de 60 meses e parcela mínima também de R$ 50.

Nessa modalidade, poderão ser parcelados todos os débitos até o último período declarado. A Receita Federal editará nos próximos dias uma instrução normativa com regras complementares sobre o parcelamento.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Receita Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Vendas do varejo crescem 3,6% em agosto
Pesquisa mensal de comércio do IBGE aponta que as vendas do varejo cresceram em agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado. O setor de móveis e eletrodomésticos foi o que registrou o maior crescimento
Pesquisa mensal de comércio do IBGE aponta que as vendas do varejo cresceram em agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado. O setor de móveis e eletrodomésticos foi o que registrou o maior crescimento
Vendas do varejo crescem 3,6% em agosto

Últimas imagens

Produção de petróleo e gás natural vem registrando bons resultados neste ano
Produção de petróleo e gás natural vem registrando bons resultados neste ano
Divulgação/Petrobras
Presidente do BC também ressaltou importância das reformas econômicas
Presidente do BC também ressaltou importância das reformas econômicas
Beto Nociti/BCB
Quem trabalhou por pelo menos um mês no ano passado recebe o abono salarial
Quem trabalhou por pelo menos um mês no ano passado recebe o abono salarial
Arquivo/ Agência Brasil
Projeções apontam para crescimento da economia neste ano
Projeções apontam para crescimento da economia neste ano
Marcos Santos/USP Imagens
Principal destino das exportações do agronegócio brasileiro foi a China
Principal destino das exportações do agronegócio brasileiro foi a China
Reprodução/Rede Minas de Televisão

Governo digital