Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 07 > Com aprovação do Senado, modernização trabalhista vai à sanção presidencial

Economia e Emprego

Com aprovação do Senado, modernização trabalhista vai à sanção presidencial

Legislação Trabalhista

Proposta dá valor de lei às negociações entre empregados e empregadores, além de trazer a legislação brasileira para o século 21
por Portal Brasil publicado: 11/07/2017 22h23 última modificação: 11/07/2017 23h18

Por 50 votos sim, 26 não e uma abstenção, o Senado Federal aprovou nesta terça-feira (11) a proposta de modernização da legislação trabalhista. Enviado pelo governo federal ao Congresso Nacional em dezembro passado, o texto agora segue para sanção do presidente da República, Michel Temer, já que todos os destaques e emendas foram rejeitados.

Um dos principais pontos do texto é a valorização dos acordos coletivos de trabalho. Com a aprovação da proposta, as negociações entre sindicatos de empregados e empresas terá valor de lei, conforme já previsto na Constituição Federal. Com as novas regras, haverá redução de burocracia e atualização de regras trabalhistas, trazendo a legislação para o século 21.

Como, por exemplo, a regulamentação do home office. Ou seja, com a aprovação da proposta, o trabalho de casa passa a ser reconhecido e ter regras claras. A regulação prevê, inclusive, gastos com o uso de equipamentos, com energia e com internet. O texto mantém direitos adquiridos como seguro-desemprego, salário mínimo, repouso semanal remunerado, aposentadoria, férias, verbas rescisórias.

Outra mudança é a possibilidade de trabalho intermitente. Nessa modalidade, os trabalhadores são pagos conforme o período trabalhado. O projeto prevê que o trabalhador receba pela jornada ou diária e, proporcionalmente, com férias, FGTS, previdência e 13º salário.

Economia

Pelo Twitter, o secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto de Almeida, destacou o placar da aprovação pelo Senado. Na visão do economista, é um "bom sinal para continuidade das reformas" e para a economia brasileira.

Fonte: Portal Planalto, com informações do Senado Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Soja, milho e feijão são os destaques da super safra 2016/2017
Safra de grãos 2016/2017 deve bater recorde com produção de 238 milhões de toneladas
Safra de grãos 2016/2017 deve bater recorde com produção de 238 milhões de toneladas
Soja, milho e feijão são os destaques da super safra 2016/2017

Últimas imagens

País que mais comprou café brasileiro no ano foi os EUA
País que mais comprou café brasileiro no ano foi os EUA
Arquivo/Agência Brasil
Consumo doméstico de castanhas crescerá entre 6% e 8% em dez anos
Consumo doméstico de castanhas crescerá entre 6% e 8% em dez anos
Vitor Ferreira/Embrapa
Redução de custos para o setor produtivo puxou queda do indicador de inflação
Redução de custos para o setor produtivo puxou queda do indicador de inflação
Marcos Santos/USP Imagens
Setor de serviços é um importante termômetro para a economia brasileira
Setor de serviços é um importante termômetro para a economia brasileira
Arquivo EBC

Governo digital