Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 08 > Produção de veículos sobe 17,9% em julho, diz Anfavea

Economia e Emprego

Produção de veículos sobe 17,9% em julho, diz Anfavea

Setor automotivo

Dados também mostram avanço da venda de veículos e aumento das exportações
por Portal Brasil publicado: 04/08/2017 15h15 última modificação: 04/08/2017 15h19

Com a melhora no ambiente econômico, a indústria automotiva voltou a elevar produção de veículos. Em julho, a fabricação de veículos cresceu 17,9% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela Anfavea, entidade que representa o setor automotivo.

No mês, foram fabricados 224,8 mil veículos, valor 5,9% superior ao produzido em junho, quando foram registrados a fabricação de 212,3 mil automóveis.

O incremento na produção também gerou resultados positivos na venda dos automóveis. Em julho, o setor automotivo registrou o licenciamento de 184,8 mil veículos, valor 1,9% maior que o computado no mesmo período de 2016.

Com esse desempenho, o setor de automóveis passou a exportar mais. Segundo o levantamento, a venda de veículos a outros países registrou alta de 42,5%, sendo que, no acumulado do ano, a exportação de automóveis cresceu 55,3%, de 283,1 mil para 439,6 mil unidades vendidas.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anfavea

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Assunto(s): Economia

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Contratações com jornadas imprevisíveis são formalizadas
A modernização trabalhista trouxe benefícios para diferentes tipos de contratação como o trabalho intermitente, comum no mercado de eventos
A modernização trabalhista trouxe benefícios para diferentes tipos de contratação como o trabalho intermitente, comum no mercado de eventos
Contratações com jornadas imprevisíveis são formalizadas

Últimas imagens

Para secretário, reforma da Previdência não pode ser adiada
Para secretário, reforma da Previdência não pode ser adiada
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Em novembro, 51% dos brasileiros que iriam viajar pretendiam fazê-lo de avião
Em novembro, 51% dos brasileiros que iriam viajar pretendiam fazê-lo de avião
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital