Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 10 > Com renegociação, governo recupera R$ 12,7 mi em dívidas

Economia e Emprego

Com renegociação, governo recupera R$ 12,7 mi em dívidas

Gestão

Mais de R$ 600 mil já entraram nos cofres públicos entre o início de agosto e 3 de outubro
publicado: 10/10/2017 16h54 última modificação: 12/10/2017 23h04

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão conseguiu recuperar, nos últimos dois meses, R$ 12,7 milhões em dívidas. Mais de 1 mil contratos foram formalizados no período e já começaram ser pagos à União de forma parcelada.

Segundo o ministério, com essa negociação, R$ 663 mil entraram nos cofres públicos entre o início de agosto e 3 de outubro. A pasta informou ainda que o pedido de parcelamento pode ser feito a qualquer momento por usuários de imóveis da União que estejam inadimplentes no pagamento de taxas de ocupação, de foro, de laudêmio e multas de transferência.

Renegociação de dívidas com a União

“É uma ótima oportunidade para que as pessoas quitem suas dívidas. Estamos oferecendo a facilidade do parcelamento em até 60 meses. Nossa expectativa é de que um número maior de pessoas regularize sua situação”, explicou o secretário do patrimônio da União, Sidrack Correia.

Esse tipo de negociação, que prevê parcelamento, atende a todos os débitos patrimoniais vencidos e que ainda não estejam inscritos em dívida ativa. As parcelas, no entanto, devem ser superiores a R$ 100.

Onde renegociar

Para renegociar as dívidas, as pessoas devem procurar a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), que tem 27 unidades espalhadas pelo País. O devedor deve procurar a unidade onde o imóvel que gerou o débito está localizado.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil