Notícias

Igualdade Racial

Fundação Palmares certifica cinco novas comunidades quilombolas em Minas Gerais

Certificação permite o acesso a programas como o Minha Casa Minha Vida e o Brasil Quilombola
publicado: 09/08/2018 15h44, última modificação: 09/08/2018 15h44
Fundação Palmares certifica cinco novas comunidades quilombolas em Minas Gerais

Já são 60 comunidades quilombolas certificadas somente em 2018 - Foto: Agência Brasil

Cinco novas comunidades de Minas Gerais remanescentes de quilombos foram certificadas nesta quarta-feira (8) pela Fundação Cultural Palmares. A medida foi publicada no Diário Oficial da União e reconheceu as comunidades Estiva, no município de José Gonçalves; Jorges de Água Branca, em Peçanha; Sítio Novo e Umburana, ambas localizadas em Januária; e Capão, em Presidente Juscelino.

Com a certificação, esses povos passam a ter acesso a políticas públicas como os programas Minha Casa Minha Vida e Brasil Quilombola, além de poderem se habilitar ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), entre outras medidas.

Com as novas inclusões, já são 60 comunidades quilombolas certificadas somente neste ano pela Fundação Palmares, instituição que é vinculada ao Ministério da Cultura (MinC) e tem o objetivo de promover e preservar a arte e a cultura afro-brasileira. Até o fim de 2018, a expectativa é que outras 100 comunidades recebam o certificado em todo o País.

Clique aqui para saber como solicitar, junto à Fundação Palmares, o certificado para comunidades quilombolas.

Fonte: Ministério da Cultura