Educação

Exame Nacional

Encceja: Pessoas privadas de liberdade podem se inscrever até 23 de junho

Teste é direcionado para quem não concluiu o ensino fundamental na idade apropriada e deseja obter a certificação de competências
publicado: 05/06/2014 14h12, última modificação: 22/12/2017 18h29

Os responsáveis pedagógicos de unidades prisionais e socioeducativas podem fazer, até às 23h59, do dia 23 de junho, as inscrições de pessoas privadas de liberdade e jovens sob medidas socioeducativas no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2014. As inscrições podem ser realizadas via site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), pela internet.

O exame é direcionado para quem não concluiu o ensino fundamental na idade apropriada e desejam obter a certificação de conclusão dessa etapa. Os interessados em se submeter à prova deverão ter no mínimo 15 anos na data de aplicação do exame, no dia 29 de julho.

Os órgãos de administração prisional e socioeducativa dos estados e do Distrito Federal que desejarem indicar unidades para aplicação do Encceja 2014 devem firmar termo de adesão, responsabilidades e compromissos pelo site do Inep até o dia 20 de junho.

Segundo o editalos candidatos poderão se inscrever em uma ou mais áreas do conhecimento avaliadas no exame: língua portuguesa (com redação), língua estrangeira moderna, educação física e artes; matemática; história e geografia; ciências naturais.

As provas serão realizadas nas unidades indicadas pelos órgãos de administração prisional e socioeducativa de cada estado. Os participantes serão encaminhados aos locais das provas às 7h55 (horário de Brasília).

Os testes aplicados de manhã serão de ciências naturais, história e geografia. À tarde, 13h55, serão aplicadas as provas de matemática, língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física e redação.

Sobre o programa

O Encceja constitui-se em um exame para medir as competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou nos processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, nos movimentos sociais, organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais, entre outros.

A participação no Encceja é voluntária e gratuita, destinada aos jovens e adultos residentes no Brasil e no exterior que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos em idade própria.

No Brasil, com a instituição do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2009 o Encceja Nacional passou a ser realizado visando à certificação apenas do ensino fundamental, pois a certificação do ensino médio passou a ser realizada com os resultados do Enem.

No Brasil e no exterior, o Exame pode ser realizado para pleitear certificação no nível de conclusão do ensino fundamental para quem tem no mínimo 15 anos completos na data de realização das provas.

Fonte:
Portal  Brasil com informações da Agência Brasil
error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems