Educação

Direitos Humanos

Intolerância religiosa é tema de redação do Enem

Candidatos deviam realizar um texto dissertativo-argumentativo de, no máximo, 30 linhas; resultado final das provas deste fim de semana será divulgado em 19 de janeiro
publicado: 06/11/2016 21h35, última modificação: 23/12/2017 11h34
Intolerância religiosa é tema de redação do Enem

Resultado final com nota das redações será divulgado em janeiro - Foto: Divulgação/MEC

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Os candidatos deviam realizar um texto dissertativo-argumentativo de, no máximo, 30 linhas, desenvolvido a partir de uma situação-problema e de subsídios oferecidos sob a forma de textos motivadores.

A redação foi aplicada neste domingo (6) com as provas de Linguagem e Matemática. O resultado final será divulgado em 19 de janeiro. 

Em coletiva de imprensa, a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini, afirmou que o tema foi uma oportunidade de provocar reflexões na juventude. “Eu espero que a reflexão desse tema tão festejado possa de fato trazer para nossa juventude o ideário de reflexão de tolerância, de respeito aos Direitos Humanos, as nossas diversidade de crença, de religião.”

As redações serão avaliadas de acordo com cinco competências: domínio da norma-padrão da língua escrita, compreensão da proposta da redação e aplicação de conceitos de diversas áreas do conhecimento para desenvolver o tema; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações para defender um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação e elaboração de proposta de intervenção ao problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MEC

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems