Saúde

Suplementos alimentares

Anvisa proíbe comércio de supostos remédios para problemas nas articulações

Suspensão inclui proibição de propaganda dos suplementos de Glucosamina e Colágeno Pro Tipo 2
publicado: 20/10/2016 20h53, última modificação: 23/12/2017 11h24
Anvisa suspende comércio de supostos remédios para problemas nas articulações

Um dos suplementos, não tinha registro na agência governamental, nem o nome correto do responsável técnico descrito no rótulo - Foto: Foto: Agência Brasil/divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu, nesta quinta-feira (20), a fabricação, distribuição e venda do produto Glucosamina + Condroitina em cápsulas, fabricado por empresa desconhecida — o CNPJ apresentado no produto é inválido, sob n° 10.776.929/0001-34.

Além de não ser registrado pela agência governamental, o número de cadastro da Responsabilidade Técnica, que consta no rótulo do produto, não condiz com o responsável.

Outra suspensão foi a do Colágeno Pro Tipo 2, da empresa Nutrigold do Brasil Suplementos Alimentícios Ltda. A decisão ocorreu porque a formulação do produto contém substâncias que não possuem cadastro na agência. Os demais medicamentos fabricados pela empresa também estão suspensos.

Propaganda Irregular

Estão proibidas todas as publicidades com atribuições terapêuticas, de saúde ou funcionais não autorizadas aos alimentos comercializados pela empresa Priscila de Andrade Ribeiro Distribuidora. As proibições foram publicadas no Diário Oficial da União.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems