Turismo

Negócios

Obras entram em catálogo por investimento estrangeiro

Ideia da 5ª Edição do Catálogo de Oportunidades é atrair capital privado por meio de concessões e parcerias público-privadas
publicado: 18/09/2015 17h08, última modificação: 23/12/2017 03h25

O Ministério do Turismo recebe até esta sexta-feira (18) projetos e obras públicas das esferas federal e estadual que necessitam de recursos para incluí-los na 5ª Edição do Catálogo de Oportunidades para Investimentos no Brasil, uma publicação que reúne informações de projetos e obras públicas e circula entre potenciais investidores estrangeiros.

A 4ª edição do catálogo, lançada em junho do ano passado, e traduzida para o inglês, contém cerca de 176 projetos, totalizando mais de US$ 136 bilhões em oportunidades em setores como rodovias, ferrovias, portos, aeroportos, telecomunicações, geração e transmissão de energia e mobilidade urbana.

Acordo de cooperação

A inclusão do turismo neste catálogo só foi possível após a assinatura, em agosto, de um acordo de cooperação técnica entre os ministros do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro. O objetivo do acordo é facilitar a troca de informações com investidores estrangeiros, gerando oportunidades de negócios para o turismo no Brasil.

Para Henrique Eduardo Alves, ao expor estes projetos amplia-se a oportunidade de inserir o turismo na pauta econômica do País. “O setor passa a ter uma rede de informações qualificadas, o que facilita a ampliação de investimentos”, afirmou o ministro. Alves ressaltou ainda que o Brasil tem um grande potencial para atrair negócios, especialmente com a visibilidade conquistada com a Copa do Mundo e a Olimpíada.

A publicação tem por objetivo atrair capital privado por meio de concessões e parcerias público-privadas. Por esta razão, não se trata de transferência de recursos do governo federal. As informações encaminhadas ao MTur serão analisadas pelo MDIC. Para incluir novos projetos ou atualizar projetos já inclusos no catálogo, basta acessar o site do MDIC.

Os projetos também vão integrar a Rede Nacional de Informações sobre o Investimento (Renai), um instrumento do governo federal que busca disseminar informações sobre investimentos produtivos no Brasil. A base da rede são as parcerias estabelecidas entre o MDIC e as Secretarias de Estado, Indústria e Comércio, as federações de indústria e outros órgãos de promoção de investimentos.

Mais informações podem ser obtidas pelo Departamento de Financiamento e Promoção de Investimento no Turismo pelo tel. (61) 2023-7660 ou pelo e-mail investimento@turismo.gov.br.

Fonte: Ministério do Turismo

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems