Turismo

Viagem

Dia da Revolução Farroupilha inspira roteiro turístico

Rota Caminho Farroupilha conta com passeios por 17 cidades gaúchas, que preservaram parte da história e cultura do período
publicado: 20/09/2016 18h33, última modificação: 23/12/2017 11h09
Dia da Revolução Farroupilha inspira roteiro turístico

No âmbito dos atrativos naturais, o roteiro oferece visitas à lagoa dos Patos e aos campos de canola - Foto: Foto: Alexandra Aranovich

Os viajantes que desejam conhecer mais sobre a riqueza histórica e cultural do Rio Grande do Sul podem optar pelo roteiro turístico Caminho Farroupilha. A viagem, que tem como inspiração a data celebrada nesta terça-feira (20), a Revolução Farroupilha, conta com visitas por 17 cidades gaúchas que preservam edificações e alguns costumes desse período.

O projeto começou em julho deste ano, com quatro blogueiras interessadas em atrair as atenções de viajantes para atrativos históricos, bem como novas opções turísticas dos destinos visitados. A iniciativa tem o apoio da secretaria de Turismo e do Sebrae do Estado.

Reconhecida como um dos principais conflitos do início do século XIX no País, a guerra dos farrapos foi marcada pela busca do desenvolvimento econômico dos municípios gaúchos e pela defesa dos ideais de sua população.

Para a blogueira Alexandra Aranovich, a celebração do dia da Revolução Farroupilha e o desenvolvimento do roteiro são fundamentais para a preservação da cultura do Estado. “Esta é a chama que mantém acesas as tradições gaúchas, com o uso das roupas típicas e a produção gastronômica regional. O roteiro também encanta pela beleza das paisagens históricas e naturais do Rio Grande do Sul”, conta.

Durante o passeio, os visitantes podem conhecer as fazendas voltadas à produção de carne seca, conhecidas como charqueadas, que impulsionavam a economia da região na época. No município de Pelotas, a Charqueada São João destaca-se como um dos locais onde os turistas podem contemplar a arquitetura do início do século XIX.

No município de Piratini, conhecido como a primeira capital Farroupilha, a história da revolução é preservada nas edificações e em apresentações teatrais realizadas nas ruas da cidade. A riqueza cultural de Piratini foi reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1941, com o tombamento da Casa de Garibaldi e do Palácio Farroupilha.

O roteiro também é marcado pela visita a vinícolas, onde é possível conhecer o processo de produção da bebida e fazer sua degustação acompanhada dos deliciosos queijos da região. 

Paisagens naturais

No âmbito dos atrativos naturais, o roteiro oferece visitas à Praia do Cassino  conhecida como uma das maiores do mundo e destinada à prática de esportes náuticos  à Lagoa dos Patos e aos campos de canola que, unidos à vegetação típica do Pampas Gaúchos, compõe as paisagens da região.

Para os aventureiros, o município de Caçapava do Sul destaca-se como principal destino do passeio por preservar as Minas de Camaquã e a Pedra do Segredo, voltada para a prática de esportes radicais, como o montanhismo. 

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems