Notícias

Turismo

Conheça 10 motivos que fazem do Brasil um dos países mais visitados do mundo

Experiências que atraem estrangeiros também podem ser contempladas por quem mora no País
publicado: 25/07/2018 10h20, última modificação: 25/07/2018 10h24

Mais de 6,5 milhões de turistas estrangeiros estiveram no Brasil, somente no ano passado, vindos, sobretudo, dos vizinhos latino-americanos. Um levantamento do Ministério do Turismo mostra que 60% deles vieram ao País em busca de lazer.

O Brasil está entre os destinos mais procurados do mundo. É o que aponta o Barômetro do Turismo, da Organização Mundial do Turismo (OMT). E opções não faltam. A amplitude territorial abriga não só uma diversidade de paisagens e biomas, mas também de culturas e costumes que atraem esses viajantes.

Confira algumas das principais experiências turísticas disponíveis nas regiões brasileiras:

1. Ecoturismo

Mtur

A Organização Mundial do Turismo (OMT) classificou o Brasil como o país mais propício à prática do ecoturismo no mundo. Isso porque o País oferece as condições ideais para essas atividades, como rapel, rafting, trekking e mergulho. Em destinos como a Chapada Diamantina (BA), os turistas podem aproveitar as cachoeiras e grutas. Também é possível aproveitar as dunas móveis em Natal (RN) ou nadar nas águas cristalinas de Bonito (MS).

2. Acessibilidade

Embratur

Para tornar o turismo mais democrático, diversos equipamentos urbanos e turísticos contam com dispositivos para assegurar que viajantes com deficiência física, visual, auditiva e intelectual aproveitem a experiência. Em Salvador (BA), por exemplo, rampas e elevadores permitem que todos os visitantes tenham acesso à arquitetura de época. Já em Foz do Iguaçu (PR), pioneira em turismo acessível, as opções vão desde a observação das cataratas até salto de paraquedas para pessoas com deficiência. Já no Rio de Janeiro, por conta da Paralimpíada, locais muito procurados, como o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor, também foram adaptados.

3. Praias

Mtur

O litoral brasileiro se estende por quase 8,5 mil km² que oferecem infraestrutura aos viajantes, passando por Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do País. Com tantas opções, os turistas podem ter um contato mais próximo com recifes de corais em Pernambuco, conhecer a vida marinha preservada em Fernando de Noronha ou chegar às piscinas naturais da praia de Pajuçara, em Alagoas, de jangada.

4. Gastronomia

Prefeitura de Bonito

A diversidade de pratos típicos brasileiros é um grande motivo da atração de visitantes ao País e expressa a profusão de influências culturais que fazem parte da história nacional. A maniçoba, por exemplo, é uma feijoada de origem indígena preparada na região Norte e leva folhas de mandioca ao invés de feijão. No Centro-Oeste, a pedida é o caldo de piranha. O peixe típico do Pantanal tem a carne batida com especiarias. No Sul, é popular o chimarrão, bebida quente à base de erva-mate.

5. Artesanato

Governo do TO

Mais de 10 milhões de artesãos estão espalhados pelo País e produzem diversos tipos de peças que representam a cultura nacional em feiras e mercados de diversos estados. Em Tocantins, por exemplo, as peças são fabricadas com capim dourado, planta abundante na região. Já objetos de cerâmica são populares no Centro-Oeste do País. E em Minas Gerais, as carrancas são objetos talhados em madeira que, acreditam os nativos, espantam maus espíritos.

6. Pré-história

Iphan

Para os curiosos e pesquisadores sobre o período pré-histórico, o parque da Serra da Capivara (PI) preserva paredões e cavernas com registro de pinturas rupestres. As imagens remontam ao cotidiano da população que habitou a região há 60 mil anos. O local reúne a maior concentração de pinturas rupestres do continente americano em cinco municípios piauienses.

7. Literatura

Mtur

Há ainda passeios que aliam experiências turísticas e literatura. A rota literária passa pela casa da poetisa Cora Coralina, em Goiás, onde os turistas podem encontrar fotografias, cartas, livros e objetos pessoais da escritora. A Casa de Cultura Mario Quintana, no Rio Grande do Sul, promove sessões de cinema e encontros de literatura - o poeta viveu no local por mais de 20 anos. Em Minas Gerais, o homenageado é Guimarães Rosa. A casa-museu, que fica em Belo Horizonte, também foi o local de nascimento do escritor. E Paraty, Rio de Janeiro, abriga um dos eventos literários mais respeitados do mundo, a Feira do Livro de Paraty (Flip).

8. Música

Iphan

Um roteiro musical é uma boa pedida para quem quer explorar o País a partir dos ritmos regionais. O frevo, estilo muito presente em Pernambuco, pode ser apreciado ao máximo durante o Carnaval. Na Bahia, impera o axé. Já no Maranhão, as produções de reggae levaram à criação do primeiro museu sobre o ritmo fora da Jamaica.

9. Teatro

Prefeitura de SP

Os teatros brasileiros também encantam os turistas, tanto pelas peças encenadas, quanto pela arquitetura. O Theatro Municipal de São Paulo (SP) foi inspirado na Ópera Garnier de Paris e inaugurado no início do século XX. Já o Teatro da Paz, em Belém (PA), tem influências do teatro italiano e é a primeira casa de espetáculos da Amazônia. O Theatro José de Alencar, de Fortaleza (CE), é mais um monumento artístico que abriga outras obras de arte, como o jardim projetado pelo paisagista Burle Marx.

10. Festivais

Prefeitura do RJ

Outro atrativo são os festivais culturais que acontecem em épocas determinadas. É o caso do Carnaval, que ocorre entre fevereiro e março e leva milhares de foliões às ruas para festejar ou participar dos grandiosos desfiles de escolas de samba. Entre junho e julho, as festas juninas atraem turistas em todo o País para aproveitar as comidas típicas, a maioria feitas com milho, e dançar quadrilhas. Há ainda o festival de Parintins, no Amazonas, que celebra a disputa entre os bois Caprichoso e Garantido em desfiles que concentram rituais indígenas e costumes regionais. 

Fontes: Governo do Brasil, com informações do Agência BrasilMinistério do Turismo, Ipea e Embratur

Assunto(s): Turismo, Cultura