Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2010 > 01 > Instituições credenciadas

Educação

Instituições credenciadas

Instituições devem ter reconhecimento do MEC
por Portal Brasil publicado: 15/01/2010 17h54 última modificação: 28/07/2014 09h31
Exibir carrossel de imagens Foram adquiridos 1.846 títulos diferentes a um preço médio de R$ 6,49 por exemplar

Foram adquiridos 1.846 títulos diferentes a um preço médio de R$ 6,49 por exemplar

Antes de se matricular em uma instituição de ensino superior, o aluno deve consultar o Ministério da Educação (MEC) para saber quais são as faculdades e universidades credenciadas e os cursos autorizados a funcionar no País.

Instituições credenciadas

Para funcionar, as instituições privadas de educação superior (faculdades, centros universitários e universidades) devem se credenciar no MEC. Durante esse processo, são avaliadas a proposta curricular e a estrutura de ensino oferecida pela instituição, entre outros fatores. As faculdades que passarem por essa etapa são autorizadas a funcionar durante três anos, e os centros universitários e universidades, durante cinco anos.

Após esse período, toda instituição de ensino superior deve pedir o recredenciamento ao final de cada avaliação do Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior), que acontece a cada três anos para avaliar a qualidade de ensino das faculdades, universidades e centros universitários.

Para saber quais são as instituições de ensino superior credenciadas pelo MEC por cidade, estado ou região, acesse o site do Inep.

Cursos autorizados

Antes de oferecer um curso de graduação, as instituições de ensino superior (com exceção das universidades e centros universitários, que têm autonomia) devem pedir autorização ao MEC, que avalia a qualidade e a viabilidade das propostas curriculares.

Os cursos de direito, medicina, odontologia e psicologia, mesmo que sejam oferecidos por universidades e centros universitários, também passam pela avaliação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e do Conselho Nacional de Saúde.

Saiba quais são os cursos autorizados pelo MEC em cada cidade, estado ou região no site do Inep.

Reconhecimento de cursos

Os cursos criados ou autorizados pelo MEC podem abrir inscrições, fazer vestibular ou provas de admissão e iniciar as aulas. No entanto, só podem oferecer diplomas aos alunos depois de serem reconhecidos pelo MEC, quando completarem 50% de sua carga horária.

Os cursos de direito, medicina, odontologia e psicologia também passam pela avaliação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e do Conselho Nacional de Saúde durante o processo de reconhecimento, que deve ser renovado ao final de cada Sinaes.

Fontes:
Ministério da Educação
Inep

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

MEC libera R$ 23 mi para assistência estudantil
Objetivo é apoiar a permanência de estudantes de baixa renda nos cursos de graduação
Abertas inscrições para 28 mil vagas do Fies
O Ministério da Educação já iniciou o processo de inscrição para as vagas remanescentes do Fies
MEC vai anunciar resultado do Mais Médicos em setembro
Anúncio foi feito por ministro da Educação, Mendonça Filho
Objetivo é apoiar a permanência de estudantes de baixa renda nos cursos de graduação
MEC libera R$ 23 mi para assistência estudantil

O Ministério da Educação já iniciou o processo de inscrição para as vagas remanescentes do Fies
Abertas inscrições para 28 mil vagas do Fies
Anúncio foi feito por ministro da Educação, Mendonça Filho
MEC vai anunciar resultado do Mais Médicos em setembro

Últimas imagens

Para o Desafio da Educação ZikaZero, os competidores serão estimulados a apresentar propostas para o combate ao mosquito Aedes aegypti
Para o Desafio da Educação ZikaZero, os competidores serão estimulados a apresentar propostas para o combate ao mosquito Aedes aegypti
Divulgação/MEC
O presidente em exercício, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, durante ato de assinatura de autorização para criar mais de 75 mil bolsas do Fundo de Financiamento Estudantil
O presidente em exercício, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, durante ato de assinatura de autorização para criar mais de 75 mil bolsas do Fundo de Financiamento Estudantil
Foto: Marcos Corrêa/PR
Os benefícios previstos aos programas são mensalidade, seguro-saúde, auxílio deslocamento, auxílio instalação e adicional localidade, quando for o caso
Os benefícios previstos aos programas são mensalidade, seguro-saúde, auxílio deslocamento, auxílio instalação e adicional localidade, quando for o caso
Foto: UnB Agência
Repasse é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
Repasse é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
Foto: Geyson Magno/MEC

Governo digital