Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2010 > 01 > Projeto incentiva a qualificação profissional de estudantes estrangeiros

Educação

Projeto incentiva a qualificação profissional de estudantes estrangeiros

Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior oferece bolsas para estrangeiros cursarem a graduação no Brasil
por Portal Brasil publicado: 15/01/2010 15h45 última modificação: 28/07/2014 09h31
Exibir carrossel de imagens Atualmente, quase 600 estudantes estrangeiros de graduação recebem mensalmente a ajuda financeira do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes)

Atualmente, quase 600 estudantes estrangeiros de graduação recebem mensalmente a ajuda financeira do Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes)

Com o objetivo de fomentar a cooperação técnico-científica e cultural entre o Brasil e os países com os quais mantém acordos nas áreas de educação e cultura, o Ministério da Educação (MEC) mantêm o Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes). O Promisaes oferece apoio financeiro a alunos estrangeiros participantes do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) regularmente matriculada em cursos de graduação em instituições federais de educação superior.

A admissão pelo Promisaes está condicionada ao desempenho acadêmico do aluno estrangeiro. Além disso, a partir do momento em que for admitido pelo projeto, ele não pode receber nenhum auxílio financeiro cumulativamente com os concedidos pelo Ministério das Relações Exteriores.

Para participar do programa, o interessado deve procurar o coordenador responsável pelo PEC-G em sua Universidade. 

Fontes:
Promisaes
Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fies terá 75 mil novas vagas no segundo semestre
Investimento total do Ministério da Educação será de R$ 450 milhões
Começam as inscrições para o ProUni neste ano
Edição 2016 do ProUni vai oferecer mais de 100 mil vagas. As inscrições começam na terça-feira (7) e podem ser feitas até dia 10 de junho
Universidades federais recebem mais de R$ 210 milhões em recursos
Governo autoriza liberação para 63 Universidades Federais e 41 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia
Investimento total do Ministério da Educação será de R$ 450 milhões
Fies terá 75 mil novas vagas no segundo semestre
Edição 2016 do ProUni vai oferecer mais de 100 mil vagas. As inscrições começam na terça-feira (7) e podem ser feitas até dia 10 de junho
Começam as inscrições para o ProUni neste ano
Governo autoriza liberação para 63 Universidades Federais e 41 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia
Universidades federais recebem mais de R$ 210 milhões em recursos

Últimas imagens

O presidente em exercício, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, durante ato de assinatura de autorização para criar mais de 75 mil bolsas do Fundo de Financiamento Estudantil
O presidente em exercício, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, durante ato de assinatura de autorização para criar mais de 75 mil bolsas do Fundo de Financiamento Estudantil
Foto: Marcos Corrêa/PR
Os benefícios previstos aos programas são mensalidade, seguro-saúde, auxílio deslocamento, auxílio instalação e adicional localidade, quando for o caso
Os benefícios previstos aos programas são mensalidade, seguro-saúde, auxílio deslocamento, auxílio instalação e adicional localidade, quando for o caso
Foto: UnB Agência
Repasse é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
Repasse é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino
Foto: Geyson Magno/MEC
Fugir do tema, desrespeitar direitos humanos e escrever em uma tipologia diferente da solicitada estão entre os motivos para anulação da nota
Fugir do tema, desrespeitar direitos humanos e escrever em uma tipologia diferente da solicitada estão entre os motivos para anulação da nota
Wilson Dias/Agência Brasil
O prazo para as matrículas vai de 10 a 14 de junho.
O prazo para as matrículas vai de 10 a 14 de junho.
Arquivo/MEC

Governo digital