Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2010 > 09 > MEC compra 135 milhões de livros didáticos para escolas públicas

Geral

MEC compra 135 milhões de livros didáticos para escolas públicas

por Portal Brasil publicado: 02/09/2010 19h00 última modificação: 28/07/2014 09h33
Divulgação/Fiocruz Multimagens Foram adquiridos 1.846 títulos diferentes a um preço médio de R$ 6,49 por exemplar

Foram adquiridos 1.846 títulos diferentes a um preço médio de R$ 6,49 por exemplar

Os livros didáticos que serão distribuídos para as escolas públicas em 2011 custarão R$ 880,2 milhões. A compra de 135,6 milhões de exemplares foi feita pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do Ministério da Educação (MEC), que é responsável pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). As obras começam a ser entregue nas escolas em outubro, pelos Correios.


Vinte e uma editoras tiveram livros escolhidos pelas escolas participantes do PNLD. Foram adquiridos 1.846 títulos diferentes a um preço médio de R$ 6,49 por exemplar. A partir deste ano, a distribuição foi condicionada à adesão ao programa. Mais de 200 municípios não firmaram o convênio e ficarão sem o livro didático que é distribuído gratuitamente.


Segundo o FNDE, a maior parte dos livros será para alunos dos anos finais do ensino fundamental que receberão livros novos de português, matemática, história, geografia, ciências e língua estrangeira. Cada livro deve ser utilizado por três anos consecutivos, quando é substituído pelo fundo. Os alunos dos primeiros anos do ensino fundamental receberão títulos de reposição. Do total de obras, 118,4 milhões serão para estudantes do ensino fundamental e 17 milhões para o ensino médio.

Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Enem 2017 será adaptado para surdos
Candidatos terão tradutor para Língua Brasileira de Sinais (Libras) para tirar dúvidas sobre vocabulário e vão contar com uma hora a mais de prova.
Ministério da Educação reforça segurança do Enem 2017
Provas acontecerão em dois domingos consecutivos. Inscrições para o Enem começam dia 8 de maio - taxa de inscrição é de R$ 82
Inscrições para Olimpíada de Matemática vão até o dia 31
A principal novidade deste ano é ampliação da competição com a participação de alunos das escolas particulares
Candidatos terão tradutor para Língua Brasileira de Sinais (Libras) para tirar dúvidas sobre vocabulário e vão contar com uma hora a mais de prova.
Enem 2017 será adaptado para surdos
Provas acontecerão em dois domingos consecutivos. Inscrições para o Enem começam dia 8 de maio - taxa de inscrição é de R$ 82
Ministério da Educação reforça segurança do Enem 2017
A principal novidade deste ano é ampliação da competição com a participação de alunos das escolas particulares
Inscrições para Olimpíada de Matemática vão até o dia 31

Últimas imagens

Aulas terão foco na preparação para os exames de proficiência nas duas línguas
Aulas terão foco na preparação para os exames de proficiência nas duas línguas
Arquivo/UFPa
Enem 2017 será realizado em 5 e 12 de novembro, dois domingos consecutivos
Enem 2017 será realizado em 5 e 12 de novembro, dois domingos consecutivos
Marcos Santos/USP Imagens
O Saeb é obrigatório para as escolas públicas e facultativo para as privadas
O Saeb é obrigatório para as escolas públicas e facultativo para as privadas
João Bittar/MEC
MEC já repassou R$ 1,9 bilhão para as instituições federais em 2017
MEC já repassou R$ 1,9 bilhão para as instituições federais em 2017
Wilson Dias/Agência Brasil
Propostas considerar mudanças ocorridas na legislação que regula a educação superior brasileira
Propostas considerar mudanças ocorridas na legislação que regula a educação superior brasileira
Divulgação/Prefeitura de Jaguariúna (SP)

Governo digital