Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2011 > 09 > Gastos por aluno no Brasil aumentaram 121% em oito anos, diz OCDE

Educação

Gastos por aluno no Brasil aumentaram 121% em oito anos, diz OCDE

por Portal Brasil publicado: 13/09/2011 16h31 última modificação: 28/07/2014 14h07

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou nesta terça-feira (13) relatório que aponta que, entre 2000 e 2008, o Brasil foi o país que mais aumentou os gastos por aluno da educação primária até o segundo ciclo da educação secundária (ensino médio). O aumento de 121% é o maior entre os 30 países que disponibilizaram dados para a entidade.

O aumento dos gastos na educação superior (48%), entretanto, não foi suficiente para acompanhar o crescimento do número de alunos, que foi 57%. Com isso, o gasto por estudante nessa fase de ensino sofreu uma queda de 6%.

De acordo com o estudo, em termos de porcentagem do Produto Interno Bruto (PIB), o Brasil é o país que apresentou maior alta (1,8 ponto percentual) nos gastos com instituições educacionais, passando de 3,5% para 5,3%. Mesmo assim, o País ainda está situado em um patamar inferior à média da OCDE, que é 5,9%.

Na avaliação da organização, os números indicam que o Brasil tem priorizado a educação, “com significativas mudanças no financiamento público”, tendo por base a comparação entre o gasto público em educação e o total do gasto público. O maior aumento percentual em gastos no orçamento público foi com educação, que cresceu de 10,5%, em 2000, para 17,4%, em 2008. Segundo a OCDE, esta é a terceira maior proporção registrada.

Entre os reflexos desse investimento está o aumento do número de estudantes na educação secundária (ensino fundamental e ensino médio). Atualmente, mais de 90% dos alunos brasileiros passam pelo menos nove anos na educação formal, o que representa um ano de aumento entre 2000 e 2007.

O relatório diz ainda que 8,6% das pessoas entre 30 e 39 anos estão matriculadas em alguma instituição educacional – percentual que está acima da média da OCDE (6,2%). Entre os brasileiros com mais de 40 anos, o percentual é 2,5%. A média registrada nos países que participaram da pesquisa é 1,5%.

O levantamento também aponta aumento no percentual de pessoas que completaram o ensino médio. “Em 2007, 63% das pessoas entre 25 e 64 anos não haviam completado o segundo ciclo da educação secundária e 27% haviam completado o mesmo nível educacional. Em três anos, a proporção de adultos que não completou o segundo ciclo da educação secundária caiu para 59% e a proporção dos que concluíram a educação secundária subiu para 30%”, diz o estudo. Apesar disso, o percentual de pessoas que concluíram o ensino médio está abaixo da média dos países da OCDE (44%).


Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

O peso da agricultura familiar
Representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic explica como políticas complementares ajudam a diminuir fome e a ampliar receitas com exportação.
Participantes do Enem podem concorrer a vagas em universidade de Portugal
Testemunho de estudante brasileira em universidade portuguesa
Ministro pede negociações em Curitiba
Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, pede diálogo e volta das negociações entre governo e professores de Curitiba
Representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic explica como políticas complementares ajudam a diminuir fome e a ampliar receitas com exportação.
O peso da agricultura familiar
Testemunho de estudante brasileira em universidade portuguesa
Participantes do Enem podem concorrer a vagas em universidade de Portugal
Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, pede diálogo e volta das negociações entre governo e professores de Curitiba
Ministro pede negociações em Curitiba

Últimas imagens

Aditamento do segundo semestre só pode ser feito quando o do período anterior estiver regularizado
Aditamento do segundo semestre só pode ser feito quando o do período anterior estiver regularizado
Divulgação/Ministério da Educação
Jovem brasileiro é vencedor do Concurso Nacional de Redação de Cartas promovido pelos Correios
Jovem brasileiro é vencedor do Concurso Nacional de Redação de Cartas promovido pelos Correios
Divulgação/MiniCom
O site reúne documentos teóricos, vídeos com especialistas e autoridades
O site reúne documentos teóricos, vídeos com especialistas e autoridades
Portal Brasil
Valor liberado garante a manutenção dos contratos já existentes e a abertura de novas vagas
Valor liberado garante a manutenção dos contratos já existentes e a abertura de novas vagas
João Bittar/MEC
As micro e pequenas empresas terão benefícios na contratação de aprendizes e os jovens terão a formação técnica paga com recursos do Pronatec
As micro e pequenas empresas terão benefícios na contratação de aprendizes e os jovens terão a formação técnica paga com recursos do Pronatec
Divulgação/Ministério da Educação

Governo digital