Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2011 > 11 > Abertas inscrições para a programa de intercâmbio do Ministério da Justiça

Educação

Abertas inscrições para a programa de intercâmbio do Ministério da Justiça

por Portal Brasil publicado: 18/11/2011 18h32 última modificação: 28/07/2014 14h08

O Programa de Intercâmbio do Ministério da Justiça e da Casa Civil da Presidência da República abriu novo período de inscrições para graduandos e pesquisadores participarem da iniciativa do órgão, que insere estudantes no dia a dia do Poder Executivo Federal. Ao todo, serão recebidos no programa 12 graduandos e pesquisadores, de 24 de janeiro a 4 de fevereiro de 2012, em Brasília. Os interessados têm até 4 de dezembro de 2011 para se inscrever.

Para pleitear uma vaga, é preciso enviar um currículo atualizado, ficha de inscrição preenchida e uma dissertação de até mil palavras sobre o tema “Elaboração Normativa e Participação Social” em arquivo eletrônico. Deve-se indicar “Programa de Intercâmbio” como assunto da mensagem.

O arquivo eletrônico com a dissertação não poderá conter o nome do candidato ou qualquer outra marca que possibilite a identificação do autor e o texto deve ser redigido em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento entre linhas 1,5. O critério de seleção será a capacidade de argumentação, de clareza e o senso crítico do candidato.

Das doze vagas, dez são para estudantes de graduação (sendo dois alunos de cada uma das cinco regiões do Brasil) e duas para pesquisadores. Tanto a graduação quanto as pesquisas podem ser na área de Direito, Sociologia, Antropologia, História, Ciência Política, Ciências do Estado, Relações Internacionais, Gestão Pública, Comunicação, Economia, Administração ou de outras Ciências Sociais Aplicadas.

Os estudantes de graduação devem estar cursando a partir do 5º semestre em instituição de ensino superior credenciada pelo Ministério da Educação (MEC). Já os pesquisadores precisam estar regularmente vinculados a programa de Pós-Graduação Stricto Sensu (Mestrado ou Doutorado) em instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Os intercambistas selecionados irão participar das atividades cotidianas dos órgãos que realizam o programa, a Secretaria de Assuntos Legislativos (SAL) do Ministério da Justiça e a Subchefia para Assuntos Jurídicos (SAJ) da Casa Civil da Presidência da República. São tarefas que envolvem a elaboração e revisão de leis, decretos, portarias e outros textos normativos.

Além de serem inseridos nas rotinas da SAL e da SAJ, os estudantes participam de reuniões com parlamentares para debater propostas legislativas em tramitação no Congresso Nacional e realizam visitas técnicas a órgãos dos Três Poderes que trabalham diretamente com a construção de políticas públicas.

Os alunos recebem ainda um curso sobre Elaboração Normativa e, ao final do intercâmbio, desenvolvem um projeto a ser apresentado à equipe coordenadora do programa.

Os resultados da seleção serão publicados nos sítios eletrônicos da Secretaria de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça e do Centro de Estudos Jurídicos da Presidência até 19 de dezembro de 2011. Acesse o edital aqui.


Fonte:
Ministério da Justiça

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital