Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2013 > 03 > Projetos voltados para a Atenção à Saúde irão receber financiamento

Educação

Projetos voltados para a Atenção à Saúde irão receber financiamento

por Portal Brasil publicado: 25/03/2013 10h42 última modificação: 30/07/2014 00h18
Divulgação/AEN-PR Ministério custeia bolsas para estudantes na Atenção à Saúde

Ministério custeia bolsas para estudantes na Atenção à Saúde

O Ministério da Saúde vai financiar projetos de educação pelo trabalho na área de Atenção à Saúde, elaborados por instituições de ensino superior em conjunto com secretarias de saúde municipais e estaduais

 

Instituições de Ensino Superior (IES) que apresentarem projetos de educação na área de Atenção à Saúde, em conjunto com secretarias de saúde municipais e estaduais, serão financiados pelo Ministério da Saúde (MS). A iniciativa faz parte do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde), ação que promove a integração entre ensino e trabalho na saúde durante a graduação. O valor a ser investido é de aproximadamente R$ 76 milhões, podendo variar de acordo com a quantidade de projetos aprovados.

Podem se candidatar instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos que ofereçam cursos de graduação em qualquer das 14 áreas da saúde e em Saúde Coletiva. Cada instituição deverá apresentar proposta com duração de dois anos, que se alinhe às necessidades das regiões de Saúde e às prioridades das Redes de Atenção à Saúde – como a Rede Cegonha e a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.

Os projetos deverão ser elaborados e apresentados conjuntamente pelas instituições de ensino e pelas secretarias de saúde, que devem implementá-los em parceria. As ações devem ser desenvolvidas de forma articulada aos programas pedagógicos dos cursos. As inscrições vão até o dia 15 de abril e devem ser realizadas por meio de formulário eletrônico.

Pelo programa, serão disponibilizadas bolsas para tutores (professores), preceptores (profissionais do serviço de saúde) e estudantes de graduação da área da saúde. Os tutores deverão ser professores de graduação das disciplinas envolvidas na integração ensino-serviço. Já os preceptores devem estar envolvidos em atividades de ensino nas unidades de saúde onde atuam.

 

Trabalho para a Saúde

O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde financia bolsas para docentes, estudantes e profissionais que atuam na Rede de Atenção à Saúde. Desde 2009, o PET-Saúde investiu R$ 170 milhões nos projetos para promover a integração do estudante com a comunidade e com o trabalho no Sistema Único de Saúde (SUS).

Atualmente, o programa conta com a participação de 99 instituições de ensino superior, abrangendo 709 cursos de saúde. Com 120 projetos em execução, a ação envolve mais de oito mil bolsistas, entre tutores acadêmicos, preceptores dos serviços de saúde e estudantes. A expectativa é que este novo edital duplique o número de estudantes atuando nas redes de atenção nos próximos dois anos, tempo de duração dos projetos.

 

 

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital